SAAP
SAAP

O Setor de Análise e Assessoria a Projetos (SAAP) surge em 1985, ano que marca o final da ditadura civil- militar instaurada no país com o golpe de 64. Naquele período de luta pela retomada da democracia, a FASE já realizava mediações entre órgãos de cooperação internacional e movimentos sociais que ressurgiam, sendo essa uma das maneiras de se comprometer com o fortalecimento da organização popular.

A FASE, que já tinha 24 anos, resolve então colocar sua experiência de trabalho na gestão direta de um fundo. A ideia  surge para tornar mais ágil o atendimento das demandas e reduzir os custos da gestão dos recursos. Um trecho do documento de origem do SAAP já apontava grupos e projetos que, por não terem existência jurídica ou não serem muito conhecidos, não conseguiam acessar financiamentos, embora seus trabalhos fossem válidos e adequados ao contexto sociopolítico.

Atento à conjuntura política, o SAAP sempre voltou seus apoios de forma estratégica para processos de luta importantes como: o surgimento de um sindicalismo que se renovava e se mostrava combativo nos anos 80; o reaquecimento de movimentos de mulheres em meados dos anos 90; e o apoio às rádios comunitárias e aos movimentos pela democratização da comunicação, quando já se iniciavam os anos 2000.

O SAAP acredita que ainda  há um grande desafio para o qual sempre se propôs a contribuir: ampliar as capacidades locais de resolução dos problemas pela via participativa. Mais recentemente, este fundo foca seu trabalho no acompanhamento de grupos de mulheres e de jovens.




Enviando sua mensagem