Notícias

03/01/2017Pernambuco

Fórum lança campanha “Suape Insustentável” em PE

A iniciativa denuncia que o modelo de desenvolvimento do Complexo Industrial e Portuário de Suape (CIPS) , localizado na região metropolita do Recife, funciona como uma usina geradora de violência e de violações dos direitos humanos e ambientais


O Fórum Suape¹, em parceria com outras organizações da sociedade civil está lançando uma campanha chamada “Suape Insustentável”, buscando sensibilizar a opinião pública pernambucana, brasileira e a comunidade internacional sobre consequências geradas pelo modelo de desenvolvimento que está por trás do Complexo Industrial e Portuário de Suape (CIPS). A campanha denuncia que esse modelo funciona como uma usina geradora de violência e de violações dos direitos humanos e ambientais contra a população que habita a região onde ser encontra o empreendimento, que fica entre os municípios do Ipojuca e Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife.

suapeinsustentvellogo11“Esta é a realidade de Suape que não estamos acostumados a ver na imprensa, nas declarações de alguns economistas, nas propagandas oficiais de governos e eleitorais. Através da campanha queremos discutir e refletir com a sociedade o modelo de crescimento econômico destrutivo, excludente e concentrador que Suape representa. Esse modelo só favorece as grandes empresas, aos negócios do capital, trazendo poucos benefícios para as populações nativas tradicionais. As pessoas precisam conhecer a verdadeira face do Complexo de Suape”, afirma o coordenador do Fórum Suape, Heitor Scalambrini Costa.

“Bota o Pé” se une à Campanha

Complexo de Suape. (Foto: Reprod. Gov de PE)
Complexo de Suape. (Foto: Reprod. Gov de PE)

A Campanha Suape Insustentável sente fortalecida pela parceria da articulação “Bota o Pé”, formada pelo Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop), o Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social (Cendhec), a Rede Meu Recife, Sétima Arte Cinema, Caranguejo Uçá, Instituto Papai e pelo próprio Fórum Suape.  Essas organizações são parceiras da OAK Foundation e atuam no Recife e em sua região metropolitana, visando o intercâmbio de experiências. Juntas elas encontram sinergias e semelhanças, impulsionando apoio e potencializando recursos no combate às violações dos direitos humanos.

Além dessa articulação, o Fórum Suape conta com a experiência de outros grupos para a mobilização para a campanha e o planejamento de atos de rua. É o caso da FASE e da Conectas, que vêm debatendo possíveis ações conjuntas em torno das políticas de petróleo e gás no Brasil, considerando as mudanças climáticas. A Campanha “Suape Insustentável” pretende ainda ampliar a articulação com outros movimentos sociais urbanos, assim como buscar o apoio nas mídias sociais.

Divulgação da Campanha

capa_boletim-suape_6A divulgação das atividades se dará pelo boletim Fórum em Ação e também pelo facebook, twitter, instagram e canal do youtube do Fórum Suape. A participação e o apoio das organizações do “Bota o Pé” irão potencializar ainda a divulgação em canais alternativos de comunicação e por meio de outras parcerias.

Além de apresentar a iniciativa da Campanha, a última edição do Fórum em Ação, publicada em dezembro, traz ainda as seguintes notícias: Organizações aguardam resultados de denúncia internacional; Mesa de negociações entre comunidades e o CIPS; e Empresa holandesa de seguros de crédito à exportação está diretamente ligada a irregularidades em Suape. A publicação mensal é editada pelo Fórum Suape Espaço Socioambiental, articulação da qual o programa da FASE em Pernambuco faz parte.

[1] Edição de texto da sexta edição do boletim “Fórum em Ação”, elaborada pelo Fórum Suape – Espaço Socioambiental.

Enviando sua mensagem