SAAP
SAAP

Fundos SAAP

Organizado em três fundos de investimentos, o SAAP democratiza o acesso a recursos para organizações e grupos populares que não teriam condições de concorrer ao apoio direto dos investidores sociais.

É através de editas públicos que os grupos e organizações de base comunitária podem enviar as propostas a de apoio. Para acessar os editais é necessário verificar abaixo da descrição de cada fundo as condições de participação e se há algum edital aberto para o recebimento de propostas.

A seleção das propostas é feita por comitê de avaliação composto por técnicos da FASE que atuam em programas e especialistas convidados. Com o recurso, as organizações e grupos poderão desenvolver ações em benefício próprio, para famílias e comunidades.

Os responsáveis pelas propostas selecionadas recebem capacitação e conhecimento em áreas que possibilitem o desenvolvimento sustentável de suas ações e as ações são monitoradas para maximizar os resultados e acompanhar as mudanças alcançadas.

Fundo de Apoio a Pequenos Projetos – FPP, apoia em todo o Brasil projetos pontuais que não ultrapassem o valor máximo de 7 mil reais e que respondam à demanda imediata das comunidades com as quais se relacionam.

São priorizados projetos que :

  1. fortaleçam a organização comunitária,
  2. tenham uma dimensão educativa que contribua para a tomada de consciência da realidade,
  3. colaborem no exercício da participação popular na formulação e monitoramento de políticas públicas
  4. incentivem a articulação de grupos com preocupações similares.

Os projetos deverão estar inseridos em processos de luta mais permanente e que busquem a defesa de bens comuns, a preservação ambiental, a busca por direitos (econômicos, sociais, culturais e ambientais) e a democratização da comunicação.

O FPP não apoia: projetos pessoais, governamentais, de partidos políticos, de templos religiosos e de entidades com fins lucrativos; bolsas de estudo, pesquisas acadêmicas, participação em encontros internacionais; congressos e assembleias que sejam estatutários; construções, coberturas de despesas fixas, manutenção de trabalhos permanentes; e projetos de grupos que já tenham sido apoiados em um intervalo menor que 18 meses.

COMO ACESSAR: editais abertos – editas finalizados ou não há editais abertos.

O Fundo de Apoio Estratégico – FAE apoia por até dois anos processos estruturantes de organizações sociais compostas por mulheres e jovens e que tenham experiência em trabalho associativo. As propostas não ultrapassam o valor máximo de 20 mil reais e as organizações sociais recebem apoio e capacitação presencial, fortalecendo a cidadania e ampliando a cultura de direitos.

O FAE garante a democracia do acesso aos recursos, o acompanhamento aos grupos por um tempo limitado e o espaço de troca de experiência e de articulação entre os beneficiados, tendo como perspectiva ampliar a cultura de direitos.

As relações sociais marcadas pelo machismo fazem com que esse fundo foque entre seus  beneficiados os grupos formados por mulheres, colaborando com a transformação de uma realidade de contínua violação de seus direitos.  Além disso, dá ênfase ao debate sobre desigualdade de gênero em grupos mistos. Em especial, os formados por jovens a fim de que esses promovam o rompimento com o patriarcalismo no futuro. (esse parágrafo está no site e pode manter o link na farse destacada).

As atividades do FAE estão estritamente relacionadas aos locais de atuação da FASE. Anualmente, o SAAP define um território junto aos programas regionais para o lançamento de editais. Estes são divulgados previamente pela FASE e por outras organizações da mesma região selecionada.

COMO ACESSAR: editais abertos – editas finalizados ou não há editais abertos.

Fundos Rotativos Solidários – FRS atua junto a grupos comunitários para a gestão coletiva de poupanças com o objetivo de promover a autonomia econômica. Os grupos deverão desenvolver alguma atividade econômica previamente. Este modelo de atuação potencializa a capacidade produtiva de grupos do campo e da cidade empoderando economicamente a comunidade.

São voltados para grupos populares já constituídos com experiência de trabalho associativo e que desenvolvam atividades econômicas. A ideia é valorizar uma nova economia em contraposição ao padrão de organização do trabalho do modelo econômico capitalista. Visa apoiar a constituição de poupanças geridas coletivamente que tenham como objetivo a promoção da autonomia de uma comunidade ou grupo organizado.

Os Fundos Rotativos Solidários reúnem recursos que circulam entre todos os seus participantes. Os membros recebem benefícios individualmente, mas em uma perspectiva comunitária de desenvolvimento. O SAAP acompanha o processo de gestão dos selecionados até que esses consigam devolver o valor do apoio ao fundo.

COMO ACESSAR: editais abertos – editas finalizados ou não há editais abertos.




Enviando sua mensagem