Artigos

05/11/2020Amazonia

Eleições: Representatividade importa!

Outdoors em Santarém (PA) destacam importância do voto feminino. Hellen Joplin, colaboradora da FASE na Amazônia, destaca que eleger mulheres significa passar a ter um olhar de gênero sobre todas as pautas


Hellen Joplin¹

Seguindo a ação de conscientização sobre a importância do voto realizada pelo programa da FASE na Amazônia, STTR Santarém e o Grupo Mãe Terra, a cidade de Santarém, no Pará, recebeu outdoors com a mensagem sobre a importância de fortalecer as candidaturas femininas.

Historicamente, os homens sempre ocuparam os espaços de poder, deixando as mulheres à margem das tomadas de decisões. Construindo assim um mundo sobre lógicas machistas e misóginas. Agora, as mulheres tentam conquistar maior presença nesses espaços em busca de uma real representatividade política.

No Brasil, as mulheres conquistaram o direito ao voto e a serem votadas apenas em 1932. Porém, a conquista não foi completa. O código eleitoral da época permitia somente que mulheres casadas, se contassem com autorização do marido, viúvas e solteiras, se tivessem renda própria, pudessem votar. Excluindo naturalmente mulheres periféricas, que sempre foram a base da sociedade brasileira.

Foto: Hellen Joplin

Em 1970, as mulheres representavam 35% do eleitorado. Em 2006, já ultrapassaram 50%, rompendo, teoricamente, com a hegemonia do eleitorado masculino.

Eleger mulheres significa passar a ter um olhar de gênero sobre todas as pautas. Não apenas aquelas voltadas exclusivamente para mulheres. Independente de quais forem as suas convicções políticas, existe uma mulher que se alinhará a elas. Nessas eleições, fortaleça candidaturas femininas!

[1] Jornalista colaboradora do programa da FASE na Amazônia.

Enviando sua mensagem