Artigos

27/09/2006Internacional

Rumo à Cupula Social para a Integração dos povos

Reunião preparatória para a Cúpula Social para a Integração dos Povos confirmou a idéia de que esta se constituirá em um momento chave de balanço e síntese dos avanços do movimento continental em relação às lutas de resistência contra o livre comércio e à construção de visões e propostas alternativas de integração regional. A Cúpula Social acontecerá em dezembro, em Santa Cruz de la Sierra, em dezembro, paralelamente à reunião de presidentes da Comunidade Sul-Americana de Nações


Fátima Mello
Diretora da Fase e Secretaria Executiva da REBRIP

Nos dias 26 e 27 de agosto passado realizou-se em La Paz, Bolívia, uma reunião preparatória para a Cúpula Social para a Integração dos Povos, que se realizará em Santa Cruz de la Sierra, em dezembro, paralelamente à reunião de presidentes da Comunidade Sul-Americana de Nações.

Organizada pela Aliança Social Continental e pelo Movimento Boliviano pela Soberania e Integração Solidária dos Povos, a reunião confirmou a idéia de que esta Cúpula se constituirá em um momento chave de balanço e síntese dos avanços do movimento continental em relação às lutas de resistência contra o livre comércio e à construção de visões e propostas alternativas de integração regional. Para tal, foi decidido que a Cúpula será organizada em torno das seguintes dimensões: reafirmação das lutas de resistência no continente contra o neoliberalismo; avanço no debate e construção de propostas das organizações e movimentos sociais sobre alternativas de integração; desenvolvimento de estratégias de pressão e incidência sobre a agenda da Comunidade Sul-Americana de Nações (CSN) – a declaração final da nossa Cúpula será apresentada aos presidentes integrantes da Cúpula da Comunidade Sul-Americana de Nações, e serão desencadeadas, desde já até dezembro, iniciativas de monitoramento e incidência sobre os conteúdos e processos que estão sendo desenvolvidos pelos governos; e fortalecimento da construção e articulação de nosso movimento.

A reunião de La Paz constituiu grupos temáticos que trabalharão no processo preparatório até a Cúpula. São eles: Recursos naturais, água, biodiversidade, terra; Agenda social (inclui saúde, educação, trabalho, migrações, seguridade social); Democracia e militarização (inclui direitos humanos, violência e impunidade); Energia, IIRSA/infraestrutura, financiamento; e Povos indígenas. Além disso, foi constituído em grupo de trabalho geral que visa a elaboração de um documento contendo a visão das organizações e movimentos sociais sobre integração, a partir dos eixos igualdade, soberania e democracia.

A REBRIP está integralmente comprometida com a preparação da Cúpula Social para a Integração dos Povos, através da participação em alguns grupos de trabalho temáticos e no grupo de redação do documento geral. Além disso, devemos tentar abrir um diálogo com o governo brasileiro visando incidir sobre a montagem dos conteúdos e propostas que o Brasil pretende apresentar em Santa Cruz. É fundamental que os integrantes dos GTs da REBRIP se mobilizem para participar deste processo preparatório, e para tal podem entrar em contato com a secretaria executiva.

Enviando sua mensagem