Notícias

07/06/2010Mato Grosso

Agroextrativismo de frutos do Cerrado

Projeto beneficia 108 famílias em Mato Grosso


Um projeto da Fase Mato Grosso está mudando a vida de dezenas de famílias de pequenos produtores rurais naquele estado. Sob a pressão de um intenso desmatamento do Cerrado e ainda estranguladas pela força do agronegócio exportador que toma conta da maior parte dos territórios do MT, estas famílias vêm recebendo assistência técnica a política da Fase Mato Grosso para melhorar sua subsistência econômica e seu nível de desenvolvimento social e humano.

O projeto chama-se “Agroextrativismo de frutos do Cerrado: gerando riqueza e conservando a natureza”, e sua área de incidência é a região de Cáceres, sudoeste do estado. São ao todo 108 famílias, duas comunidades tradicionais e cinco assentamentos de reforma agrária beneficiados pelo projeto. As ações desenvolvidas ali contribuíram para a formação de sete grupos agroextrativistas, que retiram de forma sustentável daquele meio os frutos do Cerrado que vêm a se tornar produtos alimentares beneficiados. Estes produtos são comercializados depois, levando à frente a biodiversidade do Cerrado, sem destruí-la.

Entre os vários apoios sociais, educativos e políticos às comunidades e famílias atendidas, a Fase Mato Grosso envolveu-se, também, na construção e reforma de pequenas agroindústrias e cozinhas comunitárias. Nestas instalações, são processados, principalmente, o babaçu, o baru e o pequi. A produção, em sua maioria, é fornecida para escolas e creches públicos da região. É a segurança alimentar garantida às crianças da localidade pela via da preservação de sua cultura alimentar.

Enviando sua mensagem