Notícias

01/09/2021AmazoniaJustiça AmbientalParáPolítica

Café Regional: nas ondas da Amazônia 22

No mês em que o Café Regional completou dois anos no ar, foram discutidos temas como economia solidária, iniciativas de mobilização social na Amazônia e a tese do Marco Temporal


Agosto é um mês de festa para a equipe do programa Café Regional. A atração completou dois anos no ar recebendo o carinho parceiros que lhe ajudaram a atração o ser sucesso que é, com uma audiência internacional e capaz de inspirar outras iniciativas como programa Tipiti– apoiado pelo programa da FASE na Amazônia na região do Baixo Tocantins (PA) e participando do FASE Convida especial sobre comunicação comunitária. Além disso, foram debatidas temáticas como economia solidária, iniciativas positivas de mobilização social na região Amazônica e a tese do Marco Temporal. 

Assim, no dia 07 o programa celebrou o seu aniversário, adiantando os festejos que seriam no dia 10. Participaram diversos convidados, dentre eles Edilena Teixeira, da Federação das Associações de Moradores e Comunidades do Assentamento Agroextrativista da Gleba Lago Grande (FEAGLE); Jorge Coutinho, do Grupo Mãe Terra; Rômulo Itamar, coordenador da Pastoral da Juventude do Arapiuns e Maria da Graça Costa, presidente do Fundo DEMA. No mais, também deram seus depoimentos representantes de entidades como Sindicado dos Trabalhadores e Trabalhadores Rurais de Santarém (STTR) e Associação de Mulheres de Trabalhadoras Rurais, assim como procuradores da República e assessores e educadores da FASE

No dia 14 a discussão da vez foi sobre economia solidária, que diferente da “normal” é uma solução para autonomia e soberania dos povos, contribui para geração de emprego e rende e a valorização de direitos. As convidadas foram Sandra Quintela, articuladora nacional da Rede Jubileu Sul; Marilene Rodrigues, tesoureira da Cooperativa dos Trabalhadores Agroextrativistas do Oeste do Pará (Acosper); Niete Pereira, diretora da Associação de Artesãos de Artesãs das Comunidades Vista Alegre, Pedreira e Coroca – Trançados do Arapiuns (Artesol) e Lucidalva Nascimento, do Clube da Luta Feminina. 

Seguindo com a programação, no dia 21 a atração falou sobre iniciativas de mobilização social em defesa dos territórios da Amazônia e que inspiram a população, a exemplo da plataforma Todos os Olhos na Amazônia, de conscientização ambiental. Karina Melo, especialista de articulação e aprendizagem da Hivos; Greyci Nardines, da comunidade Araci, no Pae Lago Grande e Adriano Karipuna, do povo indígena Karipuna, de Rondônia, cuja história virou um estudo de caso da plataforma foram os participantes. 

E por último, o programa tratou sobre o tema que está em voga nos últimos dias: o Marco Temporal, cuja votação sobre a sua legalidade ou não virou tema de votação no Supremo Tribunal Federal (STF). Os entrevistados foram Pedro Martins, da Organização Terra de Direitos; Antônio Eduardo Cerqueira. secretário executivo do Conselho Indigenista Missionário (CIMI); Auricélia Arapiun, coordenadora do Conselho Indígena Tapajós Arapiuns (CITA); Karo Munduruku, da Terra Indígena (TI) Sawré Maybu; Eli Tupinambá, da TI Tupinamba e Eva Canoé, da Terra Indígena Sagarana. 

O Café Regional é uma iniciativa da FASE em parceira com a Rádio Rural de Santarém (PA) – 710 AM e que tem o apoio do Greenpeace.  O programa vai ao ar todos os sábados, a partir das 08h05 da manhã, mas todos os episódios ficam disponíveis aqui no nosso site.

Enviando sua mensagem