Notícias

04/01/2012Bahia

Escolinha Sindical debate PNAE

Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é tema em debate na Escolinha Sindical de Ubaíra


O conjunto da intervenção educativa da FASE, na Bahia, está estreitamente ligado às lutas em defesa dos direitos das maiorias e à conquista de alternativas de desenvolvimento que enfrentem as desigualdades e superem injustiças. É por isso que a FASE apóia os esforços de construção de movimentos reivindicatórios e de iniciativas consagradas à melhoria e consolidação de organizações comunitárias, populares e sindicais.
Uma iniciativa que merece ser divulgada em todos os 37 municípios onde a FASE Bahia vem realizando suas ações é a do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Sintraf) de Ubaíra, onde a AMA Maria Aparecida, da Comunidade da Palmeira, é responsável pela Escolinha Sindical. O sindicato acolheu a preocupação com a busca de alternativas de comercialização para a produção agrícola familiar da AMA Maria de Fátima. Ela sugeriu que um dos dias de estudo da Escolinha Sindical fosse dedicado ao PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar.
O dia de estudo foi realizado e os participantes gostaram, sugerindo novos aprofundamentos para dar continuidade. Já está agendada uma segunda etapa, oportunidade em que o técnico agropecuário da FASE José Henrique, vai viabilizar a participação de um agricultor familiar acompanhado pela FASE em outra comunidade, para vir contar sua experiência. Trata-se de um caso interessante, pois este agricultor conseguiu obter sue Bloco de Notas do Produtor Rural (SimBahia Rural) e já vem conseguindo comercializar parte de sua produção através do PNAE.
Esta experiência da escolinha Sindical do SINTRAF de Ubaíra é muito importante pois os jovens que hoje freqüentam a Escolinha Sindical do SINTRAF de Ubaíra vão ser as lideranças e dirigentes sindicais do futuro.

O apoio a construção de movimentos reivindicatórios

A população que vive e trabalha como agricultora familiar na Bahia, representa um enorme contingente demográfico. Mas se ressente da negação de direitos e de oportunidades pelo poder público, que historicamente é controlado e atua em favor das minorias.
A FASE Bahia entende que o fortalecimento da agricultura familiar, tanto no que se refere à sua expressão política como econômica, é indissociável das demais lutas que vem sendo feitas no estado e que somam para a conquista de uma sociedade mais justa e sustentável.
Este fortalecimento da agricultura familiar tem diversos aspectos. Um deles é a criação de condições favoráveis à promoção da inclusão econômica, social e política de jovens e de mulheres, porque estes setores são aqueles que mais sofrem com as injustiças e a falta de oportunidades.
Por isso, a FASE sempre inclui conteúdos relacionados à organização sindical e associativa, nas oficinas modulares e demais atividades formativas trilhadas pelos jovens e mulheres AMAs.
A assessoria técnica feita pela FASE, através das visitas nas propriedades dos jovens e mulheres AMAs, bem como a preparação e realização de oficinas temáticas reunindo outras famílias agricultoras da comunidade, também constroem conhecimentos relacionados à melhoria da organização sindical e associativa, além de socializarem informações sobre políticas públicas e programas governamentais de interesse da agricultura familiar.

Enviando sua mensagem