Notícias

13/12/2017Fase

FASE presta solidariedade a Dito e diz não à criminalização das lutas

Evidenciamos a importância de ato de desagravo a ser realizado em São Paulo e nos unimos à corrente de solidariedade contra o avanço da violência contra as lutas sociais em todo Brasil


A FASE envia toda solidariedade a Benedito Barbosa, o Dito, e aos movimentos sociais que estão sendo criminalizados em São Paulo pela prefeitura de João Dória (PSDB). O tema será alvo de debate em ato de desagravo, nesta sexta-feira (15), às 18h30, na Faculdade de Direito da USP. Dito, que integra a Assembleia da FASE, é advogado do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos, militante histórico da defesa do direito à cidade e um dos expoentes da Central dos Movimentos Populares (CMP).

(Foto: EEAU/Reprod.)

Foi com revolta que recebemos a informação de que o nosso companheiro sofreu atos de violência cometidos pela Guarda Civil Metropolitana (GCM). O episódio ocorreu no último dia 30 de novembro durante um ato contra o desmonte das políticas públicas em São Paulo. “Nosso objetivo era chegar até a porta da prefeitura e pedir ao prefeito que recebesse uma comissão. Mas os policiais me puxaram para dentro do prédio. Um deles me enforcou. Fui algemado”, Dito afirmou em vídeo.

Ele, que tem 56 anos, sofre de asma e diabetes. Passou mal ao ser conduzido à delegacia. Foi medicado, prestou depoimento e, depois, liberado. As imagens que circularam pelas redes sócias também mostram que Dito foi mantido em posição humilhante, ajoelhado de costas para a parede. Uma coerção totalmente injustificável, assim como muitas outras injustiças que têm ocorrido contra militantes no país.

Não é a primeira vez que o nosso companheiro passa por uma situação dessa. Em 2014, Dito foi preso enquanto acompanhava a reintegração de posse de um prédio ocupado por famílias em busca por moradia. Lutar contra as desigualdades sociais não pode significar um crime! Nesse sentido, evidenciamos a importância do ato de desagravo, assim como nos unimos à corrente de solidariedade contra o avanço da violência contra as lutas sociais em todo Brasil.

Enviando sua mensagem