Notícias

30/07/2016SAAP

Lista de aprovados em edital para juventudes

O edital teve como objetivo o fortalecimento de grupos formais e informais de jovens que desenvolvam iniciativas voltadas para a promoção de cidades mais justas e sustentáveis


Foram recebidos 69 projetos: 31 de Pernambuco, 20 do Rio de Janeiro e 18 do Pará. Destes, 20 foram aprovados e apenas os 12 primeiros classificados serão apoiados. Os classificados entre o 13º lugar e o 18º lugar estão compondo uma lista de espera. Esta lista de espera terá 1 mês de validade.

Saiba mais sobre a avaliação:

1- Sobre premissas

Este edital teve como objetivo principal o fortalecimento institucional de grupos formais e informais de jovens que desenvolvam iniciativas voltadas para a promoção de cidades mais justas e sustentáveis. Tendo como perspectiva o incentivo e a afirmação da juventude como sujeito político e promotor do acesso á cidade;

Este objetivo mais geral impõe algumas premissas que se refletiram da seguinte forma:

  • Foram desclassificadas iniciativas que apesar de voltadas para jovens, não foram por jovens apresentadas.
  • Foram também desclassificadas iniciativas individuais mesmo sendo apresentada por um jovem.
  • Foram também desclassificados os projetos apresentados por jovens de partidos políticos, órgãos governamentais e entidades com fins lucrativos

O edital também divulgou os seguintes temas de interesse: Cidade e Violência; Cidade e Justiça Ambiental e Cidade e Mobilidade Urbana

Portanto, é também uma premissa que os projetos tenham uma abordagem relacionada a um ou mais destes temas. As iniciativas, ainda que apresentadas por grupos de jovens, que não abordavam direta ou indiretamente estas preocupações também não foram consideradas.

13528736_759737030795661_8170134236867489734_n2- Sobre aspectos de transparência e democracia.

Alguns aspectos que não foram previamente divulgados no edital mas que se manifestaram no processo de trabalho da comissão e se relacionam a transparência e a garantia de direitos iguais para todos os participantes, foram tratados pela comissão de avaliação e passarão a integrar próximos editais, sendo eles:

2.1 – Cada proponente só pode concorrer com um projeto

  • Para garantir o mesmo direito para todos os grupos, só foi considerado um projeto por grupo. Portanto, grupos que apresentaram mais de um projeto a comissão de seleção escolheu aleatoriamente apenas um para analisar, tendo autonomia para isso, e os demais foram desclassificados. 3 projetos foram desclassificados por esta premissa.

2.2 – Integração de funcionários da FASE em coletivos externos

  • Considerando que os funcionários da FASE tem acesso a informações privilegiadas e distintas dos demais concorrentes e para garantir o mesmo direito para todos os grupos, os projetos de grupos que integravam funcionários da FASE foram desclassificados.  2 projetos foram desclassificados por essa premissa.

3- Sobre o processo de análise e seleção dos projetos

Para evitar que a análise e avaliação dos projetos fossem feitas a partir de leituras subjetivas, todos os membros da comissão analisaram os mesmos fatores em todos os projetos, atribuindo notas para cada aspecto. O total de pontos atingidos por cada projeto gerou a lista final classificatória.

Aspectos analisados e pontuados em cada projeto:

3.1- Nível de adequação da proposta ao divulgado no edital e as premissas que o mesmo impõe;

3.2 – Nível de adequação as diferentes áreas temáticas apresentadas no edital e nível de relevância da proposta para a temática no contexto onde se insere o projeto;

3.3 – Presença de diferentes dimensões no projeto ainda que em níveis diferenciados: educativa, organizativa e de obtenção de resultados;

3.4-  Viabilidade qualitativa e importância do projeto.

3.5- Uso adequado dos recursos e a clareza orçamentária

3.6- Capacidade do grupo/coletivo de executar o projeto

3.7- Inovação e/ou criatividade metodológica

4- Sobre a relação quantitativa entre a demanda e o resultado

O resultado final buscou preservar um equilíbrio distributivo entre os estados não de forma igualitária,  mas relacionado a demanda por estado.

Dos 69 projetos que participaram deste edital, 31 eram oriundos de Pernambuco, 20 do Rio de Janeiro e 18 do Pará.

5- Sobre o resultado final

Do montante dos projetos analisados 20 foram aprovados e apenas os 12 primeiros classificados serão apoiados.

Os classificados entre o 13º lugar e o 18º lugar estão compondo uma lista de espera. Caso algum dos projetos aprovados não cumpra as exigências de repasse de recursos dentro dos prazos estabelecidos, os projetos desta lista serão acionados seguindo a ordem de classificação. Esta lista de espera terá 1 mês de validade.

Acesse aqui a lista dos classificados.

Acesse aqui a lista de espera.

Enviando sua mensagem