Notícias

21/05/2018Bahia

Vídeos apresentam o trabalho de fortalecimento de geração de renda para agricultores familiares na Bahia

A série composta por quatro mini documentários registra a intervenção educativa do programa da FASE na Bahia, apoiada pela União Europeia


O trabalho feito pela FASE e seus parceiros do movimento sindical na região, com apoio da União Europeia¹, incentivou a criação de alternativas para o fortalecimento da agricultura familiar através da qualificação de sua organização social, econômica e política. “Esta intervenção educativa foi realizada com 600 famílias agricultoras de 8 municípios situados nos territórios do Baixo Sul e do Vale do Jiquiriçá”, detalha Paulo Demeter, educador do programa da FASE na Bahia

A série composta por quatro mini documentários registra a intervenção educativa do programa da FASE na Bahia, apoiada pela União Europeia, no período de fevereiro de 2015 a julho de 2018.

No primeiro vídeo, grupos de mulheres e jovens falam sobre as ações consagradas à construção de relações de gênero e de geração mais equitativas. Nele, é possível ver alguns dos passos concretos feitos no fomento da autonomia econômica de mulheres e de jovens agricultores familiares.

O segundo vídeo traz uma síntese dos passos dados pelo programa da FASE na Bahia no apoio à diversificação da produção das famílias agricultoras alcançadas pela intervenção. Há ainda relatos de como essas famílias vêm se organizando em associações e cooperativas para promover a construção social de mercados que valorizem e fortaleçam a agricultura familiar.

No terceiro vídeo são abordados aspectos da busca por alternativas de geração de renda através do acesso a políticas públicas e programas governamentais como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), enfatizando ainda as preocupações da FASE e das famílias agricultoras com a segurança alimentar e nutricional das pessoas.

No quarto e último vídeo, são registrados os esforços feitos pela FASE e a famílias agricultoras participantes no sentido da promoção da agroecologia. Em seu conjunto, a intervenção do programa da FASE na Bahia ao longo desses anos, é uma continuidade na trajetória institucional de apoio à agricultura familiar.

“A busca por oportunidades e conhecimentos que favoreçam a ampliação e diversificação da produção de alimentos realmente saudáveis, em 8 municípios situados na Mata Atlântica da Bahia, contribui para fortalecimento da capacidade de geração de renda dessas famílias, e se soma às demais iniciativas comprometidas com a defesa da agricultura familiar como alternativa de desenvolvimento, sujeito de direitos e ator político”, conclui Demeter.

[1] O conteúdo deste artigo é de nossa responsabilidade, não podendo, em caso algum, considerar que reflita a posição da UE.

Enviando sua mensagem