O livro digital  “Da Fome à fome – diálogos com Josué de Castro” é fruto do esforço de muitas mãos e cabeças para enfrentar o problema da fome com a complexidade que ele se apresenta na realidade social. São 27 autoras/es, entre os quais a assessora da FASE, Maria Emília Pacheco. intitulado “Agricultura familiar, povos e comunidades tradicionais: disputa por terra e território e afirmação de identidades”.

“(…)O governo brasileiro vem criando medidas que, cada vez mais, inviabilizam o reconhecimento dos direitos territoriais dos povos e das comunidades tradicionais, assim como o cumprimento dos determinantes constitucionais que asseguram o acesso à terra. É verdade que, historicamente, o modelo vigente se apoiou na ausência de uma política efetiva de reforma agrária e de desconcentração da propriedade da terra, mas, hoje, o permanente avanço sobre novas fronteiras agrícolas e a mineração acirram os conflitos e a disputa por terras públicas. Novos cercamentos vão se expandindo, com iniciativas que afetam os direitos dos agricultores”.

Baixe o livro aqui. O artigo encontra-se a partir da página 170.

http://geografiadafome.fsp.usp.br/da-fome-a-fome-dialogos-com-josue-de-castro/