Vídeos


30/09/2017Justiça Ambiental Água é bem comum, território, alimento e vida Maiana Maia, da FASE, foi uma das convidadas do evento de lançamento internacional do Fórum Alternativo Mundial da Água (FAMA), realizado no dia 25 de setembro em São Paulo. Ela falou sobre a importância da água como bem comum e sobre a resistência dos povos frente sua privatização. O FAMA será promovido em 2018, em Brasília, e é formado por organizações da sociedade civil, sindicatos e movimentos populares e ambientais, nacionais e internacionais, que têm o objetivo de discutir a água como um direito, e não mercadoria.
20/09/2017Amazonia Os Povos do Tapajós na Rota da Soja Uma nova rota da soja se expande para a Amazônia, provocando degradação ambiental e violações de direitos a seus povos. É o alerta feito no vídeo "Os Povos do Tapajós na Rota da Soja", elaborado pela FASE e pela ActionAid Brasil, com produção do Criar Brasil. A partir do rio Tapajós, o filme debate como investimentos em megaprojetos de infraestrutura logística levam conflitos à região. Depoimentos de pescadores, quilombolas, indígenas, representantes de organizações e movimentos sociais demonstram como a globalização se materializa territorialmente. O conteúdo do curta se soma ao livro "A Geopolítica de Infraestrutura da China na América do Sul", de Diana Aguiar, do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE. Apoio: Charles Stewart - Mott Fondation.
12/09/2017Espírito Santo Vídeo “Nem Um Poço a Mais” No vídeo “Campanha Nem Um Poço A Mais”, pescadores e pescadoras, marisqueiros e marisqueiras, comunidades quilombolas, indígenas e urbanas do Espírito Santo relatam as violações de direitos e a contaminação de seus territórios cometidas por indústrias de petróleo e gás. Eles e elas ainda alertam para a degradação da terra e da subsistência. Essa é uma produção do programa da FASE no Espírito Santo e contou com apoio da União Europeia e da Fundação Rosa Luxemburgo.
25/08/2017Segurança Alimentar 11 anos da Lei Orgânica de Segurança Alimentar (Losan) A Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan) completou 11 anos no dia 15 de agosto. Para lembrar a data, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados realizou uma audiência pública. Maria Emilia Pacheco, integrante do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE, esteve entre os debatedores. Ela ressaltou: "esse é um momento de protestar contra violação dos direitos, o desmonte das políticas, o ataque a democracia". Maria Emília salientou ainda que a Losan "trouxe a necessidade de pensar de forma articulada as dimensões sociais, políticas, ambientais e culturais, e isso está muito bem expresso nos vários sentidos da Lei e na amplitude deste marco institucional".
17/07/2017Justiça Ambiental Série Bens Comuns: Teca, do Águas do Gandarela (MG) Maria Teresa Corujo, mais conhecida como Teca, faz parte do movimento Águas do Gandarela. Ela e seus companheiros lutam em Minas Gerais contra a expansão da mineração e em defesa das águas. As entrevistas para essa série " Vozes pela Vida: a luta em defesa dos Bens Comuns" foram gravadas durante o Seminário Nacional "Bens Comuns: diálogos de práticas e saberes contra-hegemônicos", promovido em outubro de 2016 pelas seguintes organizações: FASE, RBJA, Núcleo Tramas, Movimento Águas da Gandarela, SOF e IFPR.
17/07/2017Justiça Ambiental Série Bens Comuns: Manoel Inácio, do CicloVida (CE) Manoel Inácio, do Ceará, integra iniciativas em defesa dos bens comuns: viagens de bicicleta pela América Latina para trocar sementes e fortalecer a diversidade alimentar da região; e mobilizações comunitárias a fim de rebrotar olhos d'água no semiárido. As entrevistas para essa série " Vozes pela Vida: a luta em defesa dos Bens Comuns" foram gravadas durante o Seminário Nacional "Bens Comuns: diálogos de práticas e saberes contra-hegemônicos", promovido em outubro de 2016 pelas seguintes organizações: FASE, RBJA, Núcleo Tramas, Movimento Águas do Gandarela, SOF e IFPR.
14/07/2017Amazonia “SOJA: da promessa à destruição” “SOJA: da promessa à destruição” é uma produção do programa da FASE na Amazônia e do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Mojuí dos Campos, que fica na região metropolitana de Santarém, mesorregião do Baixo Amazonas, no Oeste do Pará. Desmatamento, expulsão de trabalhadores rurais para cidade, poluição ambiental, encolhimento da agricultura familiar, risco à soberania e segurança alimentar e nutricional e perigo à saúde humana pela contaminação por agrotóxico são algumas das consequências mostradas. A agricultura familiar é a base da economia em Mojuí dos Campos, mas vem perdendo espaço para a soja, o latifúndio e o agrotóxico.
22/12/2016Segurança Alimentar Campanha Guardiões dos Sabores na Amazônia Vídeo produzido pelo programa da FASE na Amazônia para divulgação da Campanha Guardiões dos Sabores. A produção apresenta uma prévia do que está sendo pensado para motivar o engajamento da sociedade na luta em defesa da produção de alimentos agroecológicos, da agricultura familiar, dos povos e comunidades tradicionais e de uma alimentação realmente saudável. Seja você também um guardião e uma guardiã dos sabores! Acesse: www.guardioesdossabores.org e acompanhe as atividades da Campanha.
20/12/2016Amazonia Fala Juventude: Meu Corpo, Meu Território O vídeo "Fala Juventude: Meu corpo, meu território" foi produzido por jovens da Amazônia paraense, participantes do Programa de Formação Fala Juventude, que por meio da comunicação comunitária têm fortalecido o debate sobre Direitos Territoriais, segurança alimentar, agroecologia e autonomia das mulheres. O projeto é executado pelo programa da FASE na Amazônia e conta com o apoio das organizações Manos Unidas, ASW, Action Aid e Fasternopfer.
28/11/2016Justiça Ambiental Não foi acidente Quantas Marianas (MG) serão necessárias para que o Brasil reveja seu modelo de desenvolvimento? A partir dessa questão, a FASE, a Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA) e o Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração produziriam o vídeo “Não foi acidente”. Além de relembrar as irresponsabilidades da empresa, controlada pela Vale e pela BHP Billiton, a produção destaca que o crime ambiental está relacionado a uma lógica que se repete pelo país, ameaçando a biodiversidade, a economia local e os modos de vida de populações em diversos territórios.
28/11/2016Justiça Ambiental This was not an accident How many Mariana disasters (a city in the Brazilian state of Minas Gerais) will be necessary for Brazil to review its development model? From this question, FASE, along with the Brazilian Environmental Justice Network (RBJA) and the National Committee for Land Resistance against Mining produced the video “It wasn’t an accident”. Besides recalling all the irresponsibility of the company, which is managed by Vale and BHP Billiton, the production highlights that such environmental crime is related to a logic that repeats itself throughout the country, thus threatening biodiversity, the local economy and the peoples’ ways of life in many territories.
28/11/2016Justiça Ambiental No fue accidente ¿Cuántas Marianas (ciudad del estado brasileño de Minas Gerais) serán necesarias para que Brasil revise su modelo de desarrollo? Ante esta cuestión, la FASE, la Red Brasileña de Justicia Ambiental (RBJA) y el Comité Nacional en Defensa de los Territorios frente a la Minería produjeron el video “No fue accidente”. Más allá de recordar a las irresponsabilidades de la compañía, que es controlada por Vale y por BHP Billiton, la producción destaca que el crimen ambiental se relaciona a una lógica que se repite por el país, así amenazando a la biodiversidad, la economía local y los modos de vida de poblaciones en varios territorios.
24/11/2016Fase Animação: “Que FASE é essa?” A animação "Que FASE é essa?" explica o trabalho da organização FASE - Solidariedade e Educação. O título é sugestivo, já que também brinca com a importância de organizações de luta por direitos e pela radicalização da democracia, como é o caso da nossa, em um contexto de crise democrática no Brasil. A produção foi elaborada em novembro de 2016, ano de golpe no país e mês em que a FASE completa 55 anos. Além de explicar quais são as atuais causas da organização, o vídeo destaca seu papel ao longo dos anos.
24/11/2016Fase 55 anos de FASE: uma caminhada de lutas Vídeo elaborado nos 55 anos da FASE com depoimentos de conselheiras e conselheiros da nossa organização. Eles falam sobre a importância de instituições como a FASE ao longo da história e, em especial, no atual momento de ruptura democrática no Brasil. A produção foi dedicada a Jean Pierre Leroy, educador popular e ambientalista que integrou a instituição por mais de 40 anos. Ele faleceu no dia 10 de novembro de 2016, às vésperas do aniversário da FASE.
27/10/2016Amazonia Vídeo explica Plano de Utilização do PAE Lago Grande Esse vídeo foi realizado pela Federação das Associações de Moradores e Comunidades do Assentamento Agroextrativista da Gleba Lago Grande (FEAGLE), pela FASE e pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (FAMCOS). Nele, jovens convocam a população para a revisão do Plano de Utilização do território, que conta com 140 comunidades. O local fica no Baixo Amazonas, no Pará, sendo visado pelo agronegócio, mineração e hidrelétricas. O vídeo se mostra como ferramenta de mobilização contra possíveis degradações. A produção teve apoio do Fundo Dema, do STTR de Santarém, da Fundação Boll Brasil e da Fundação Ford.
25/10/2016Justiça Ambiental Bens Comuns: Práticas e Saberes Contra-hegemônicos Vídeo produzido pela Couro de Rato relata os objetivos e experiências do Seminário Bens Comuns: Diálogos de Práticas e Saberes Contra-Hegemônicos, realizado pela FASE, pela Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA), pelo Núcleo Tramas, pelo Movimento Águas da Gandarela, pela Sempreviva Organização Feminista (SOF) e pelo Grupo de Pesquisa Identidades Coletivas, Conflitos Territoriais e Educação Emancipatória (IFPR), com o apoio das Fundações Boll Brasil e Ford. O evento ocorreu no Rio de Janeiro, nos dias 4 e 5 de outubro. Leia a cobertura do evento: http://bit.ly/2dPPvNR.
31/08/2016Direito à cidade Território Ocupado A fim de evidenciar os efeitos nocivos das recentes transformações urbanas no Rio de Janeiro, o documentário “Território Ocupado” registrou a sobreposição de intervenções em um espaço onde a vida permaneceu pela resistência: a zona portuária da cidade. O filme, uma realização do programa da FASE no Rio de Janeiro e do Laboratório de Imagem da Faculdade de Serviço Social (FSS/UERJ). A partir de diferentes dimensões, moradores do Morro da Providência, considerada a primeira favela brasileira, e do bairro Caju, são destaque no documentário, que aborda os primeiros grandes aterros, a atividade portuária, o surgimento da capoeira, o cotidiano de pescadores da região, dentre outros pontos. A zona portuária carioca é o local onde foi construída a primeira estrada de ferro do Brasil, algo também comentado na produção. A herança ancestral africana está presente na fala das entrevistadas e entrevistados, que consideram extremamente violentas as recentes transformações do Rio de...


Enviando sua mensagem