Revista Bem Viver

Pensando o atual cenário de desmonte de toda uma estrutura de direitos territoriais e de proteção socioambiental promovido pelo governo, tal violência tende a se agravar ainda mais. Isso, por sua vez, faz com que as iniciativas (projetos) dos povos e comunidades tratados aqui na revista ganhem em importância, pois fortalecem a sua qualidade de vida, comprovam a validade da interação entre vida humana e floresta e contribuem para a construção de um BEM VIVER como uma alternativa possível não apenas à vida local, mas também às dimensões regional, nacional e internacional. Fortalecem, portanto, estes povos e comunidades na sua resistência à ação destruidora de fora e sua ação protagonista pela vida na Amazônia e no planeta. Inseridos nesse contexto, os 19 projetos do Edital Agroecologia, Segurança Alimentar e Defesa dos Bens Comuns (ASAD), promovido no ano de 2018 pelo Fundo Dema, com o apoio da Aliança Internacional “Clima e Uso da Terra” (CLUA), têm apresentado resultados muito importantes junto às suas comunidades quanto à relevância que suas formas de viver e produzir tem para a conservação da Amazônia. É com o objetivo de mostrar esses resultados que produzimos a presente publicação.

“Conflitos no Pará” – Canal Resistentes

Graça Costa, da FASE na Amazônia, e Beatriz Cruz, do Fundo Dema, participaram de um bate papo no canal Resistentes

Documentário em defesa do igarapé urbano Urumari

Este documentário é realizado pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (FAMCOS), com o apoio do Fundo Dema, do qual a FASE é parte, e do Fundo Amazônia. Narra o processo de recuperação do igarapé urbano Urumari, um manancial localizado em Santarém (PA). O filme aborda aspectos como a qualidade da água, fauna, flora, questões econômicas e sociais. Abandonado pelo poder público, a luta em defesa do igarapé vem sendo fortalecida pelo Comitê Urumari Vivo.

Carta:15 anos de Fundo Dema

O Fundo Dema, do qual a FASE é parte, surgiu da ação de movimentos sociais do oeste paraense no enfrentamento a crimes ambientais, em especial a extração ilegal de madeira. No marco dos seus 15 anos, essa carta, elaborada durante encontro em Altamira (PA), destaca conquistas em sua trajetória como incentivador de iniciativas de justiça social, ambiental e climática, da agroecologia e da segurança alimentar e nutricional. No documento, o Fundo também reafirma seus compromissos e apresenta desafios para os próximos cinco anos na defesa da Amazônia e de seus povos. “O Fundo Dema age para que as presentes e futuras gerações vivam melhor”, destaca a carta.

Em defesa do Bem Viver

Ao final da I Caravana Agroecológica do Oeste do Pará, os participantes produziram uma carta em defesa do Bem Viver, resultado das reflexões coletivas feitas durante as experiências vivenciadas. Além de denunciar a pressão do capital sobre os povos e comunidades tradicionais, a violação de direitos e a exploração dos recursos existentes na Amazônia, o documento apresenta propostas a serem consideradas na luta em defesa da Amazônia e de seus povos.

Boletim 2 – Conferência Latino-Americana sobre Financeirização da Natureza

A Conferência Latino-Americana sobre Financeirização da Natureza ocorreu no Pará entre 24 a 27 de agosto, gerando reflexões sobre a mercantilização dos recursos naturais e dos bens comuns. Este boletim traz informações sobre os locais onde foram realizadas quatro caravanas simultâneas, atividades que integraram a programação do evento. Os debates em comunidades de Barcarena, de Abaetetuba, de Igarapé-Miri, de Acará e de São Domingos do Capim permitiram construir narrativas a partir dos territórios. A conferência foi realizada pela Fundação Heinrich Böll em parceira com movimentos sociais e organizações, dentre elas a FASE e o Fundo Dema.

Boletim 1 – Conferência Latino Americana sobre Financeirização da Natureza

A financeirização da natureza vem acontecendo a partir de uma negação dos direitos dos povos de decidirem sobre o uso e convivência nos seus territórios e de reforma nas legislações e centralizações do mercado como ente promotor de políticas ambientais. Este boletim pretende traz informações sobre os temas da Conferência Latino Americana sobre Financeirização da Natureza. O evento foi o resultado de um processo de três anos de debates realizados pela Fundação Heinrich Böll e organizações e movimentos sociais nacionais e regionais, dentre elas a FASE e o Fundo Dema, a ser no Pará entre 24 e 27 de agosto.

Madeira é hoje o Fundo Dema

Nota pública: Mogno para a preservação da floresta e a defesa de suas populações

Ação contra fome mobiliza Fundo Dema e MST em Belém

O Armazém do Campo será o ponto de distribuição de alimentos para sete grupos e coletivos paraenses cadastrados. Ao todo, serão 70 cestas para cada

Fundo Dema: fortalecendo os povos da floresta no Pará há 18 anos

Criado em 2003, o Fundo é administrado pela FASE e apoia projetos coletivos dos Povos da Floresta, respeitando à sociobiodiversidade, a garantia dos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais e ambientais, a fim de assegurar a soberania alimentar e nutricional e a equidade de gênero.

Fundo Dema lança o Edital “Cidades Amazônicas”

O edital apoiará iniciativas em 21 cidades do Pará, Mato Grosso e Maranhão. As propostas devem ser encaminhadas até o dia 30 de julho

Agência internacional promete até R$ 200 mil por projeto de empreendimento socioambiental na Amazônia

NESsT Brasil, com apoio do Fundo DEMA, lança edital para capacitação e financiamento de negócios locais

Solidariedade amazônida

O programa da FASE na Amazônia e o Fundo Dema, junto a outros parceiros, têm articulado importantes ações emergenciais para atenuar a crise reforçada pela pandemia

Sistema agroflorestal garante vida à biodiversidade na região Transamazônica

No município de Medicilândia, também conhecido como a capital do cacau, muitas famílias agricultoras trabalham dentro do sistema Cabruca, um modo de produção agroflorestal sem queima

Nova presidenta do Fundo Dema fala sobre perspectivas de atuação na Amazônia

Com um histórico de militância iniciado na juventude, Graça Costa, a educadora do programa da FASE na Amazônia foi legitimada a nova presidenta do Fundo Dema

Seminário avalia o desenvolvimento de projetos apoiados pelo Fundo Dema

Participaram da atividade representantes de projetos apoiados por meio do edital “Agroecologia, Segurança Alimentar e Defesa dos Bens Comuns”

Fundo Dema seleciona projetos da Chamada Pública Amazônia Agroecolígica

Lançada em março, a Chamada Pública ‘Amazônia Agroecológica’ recebeu 158 projetos das regiões da Transamazônica/Xingu, BR 163, Baixo Amazonas e Nordeste Paraense com comunidade quilombolas

Seminário debate tecnologias tradicionais e populares na Amazônia

O “Seminário de Saberes e Tecnologias Tradicionais e Populares na Amazônia” reuniu quilombolas, agroextrativistas, agricultores familiares de Abaetetuba e Barcarena, pesquisadores e militantes da causa socioambiental

Pará: Famílias de Castelo dos Sonhos recuperam áreas degradadas

O distrito Castelo dos Sonhos fica a mil quilômetros de Altamira, no Pará, uma das cidades com maior índice de desmatamento

Fundo Dema realiza oficinas de elaboração de projetos para Chamada Amazônia Agroecológica

O objetivo é estimular a adoção de práticas econômicas e ambientais sustentáveis com o foco na proteção florestal