Mulheres, resistências e o marco da violência institucional

Esta publicação foi a concebida e desenvolvida pelas Articuladas, coletivo formado por diversas organizações, dentre elas a FASE, com a colaboração de suas parceiras estratégicas, que assumem a centralidade tanto da produção editorial quanto do contexto das narrativas. Nela, é possível encontrar artigos, entrevistas, relatos de experiência e uma linha do tempo da violência institucional nos marcos de 2020 – que nos convida a refletir criticamente sobre o tema da violência institucional enquanto enuncia estratégias de resistência. A produção do Bem Viver e a defesa dos direitos humanos das mulheres, que garantem uma existência com dignidade, juntas, misturadas, estão presentes nas reflexões.

Fundo Dema: fortalecendo os povos da floresta no Pará há 18 anos

Criado em 2003, o Fundo é administrado pela FASE e apoia projetos coletivos dos Povos da Floresta, respeitando à sociobiodiversidade, a garantia dos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais e ambientais, a fim de assegurar a soberania alimentar e nutricional e a equidade de gênero.

Tipiti pra ouvir IX

O programa de rádio Tipiti em agosto pautou a sua cobertura no território quilombola de Moju Miri (PA), abordando os seus modos e vida, sua resistência diante de mega projetos e como preservam as suas tradições

Café Regional: nas ondas da Amazônia 19

Os crescentes ataques que lideranças e povos indígenas vêm sofrendo na Amazônia, assim como a exploração de madeira ilegal e os riscos da mineração no Baixo Amazonas e programas do governo como o “Adote um Parque”, que na prática é da venda das nossas florestas

Articuladas: Grupo de mulheres lança campanha contra a violência institucional

Documentário debate as diferentes formas de atuação da violência e a importância das mulheres na resistência à violência do Estado