Notícias

08/06/2020SAAP

“A vida real não espera”

O Fundo de Serviço de Análise e Assessoria a Projetos (SAAP), entre março e maio, fortaleceu as ações de 28 grupos, coletivos e organizações em seis estados


O Fundo de Serviço de Análise e Assessoria a Projetos (SAAP) tem como sentido de sua existência o fortalecimento de pequenos grupos, coletivos e organizações que lutam cotidianamente pelo fim das desigualdades que estruturam a sociedade brasileira, em especial o racismo, o sexismo e o machismo. Resistência e solidariedade caracterizam as ações políticas desses grupos, em que pesem as imensas dificuldades dos mesmos em terem acesso a recursos para sua sustentação e incidência. “São esses coletivos que sabem com exatidão política que tipo de ações se fazem necessárias para enfrentar a violência, a perda de direitos, o preconceito, a discriminação, a ausência dos serviços e políticas públicas, a fome, a miséria, a dor”, comenta Taciana Gouveia, coordenadora do Fundo SAAP.

O Fundo SAAP busca orientar suas estratégias de apoio de modo a acolher e responder com agilidade e flexibilidade as demandas dessas lutas. E não seria diferente nesse trágico contexto em que vivemos, quando a pandemia da COVID-19 escancara de modo brutal a perversidade de uma sociedade imensamente desigual e de um governo sem compromisso com a vida.

Segundo Taciana, logo no início de março, foram redirecionados recursos disponíveis para apoiar os grupos, coletivos e organizações em ações de aquisição e distribuição de alimentos e produtos de higiene para pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade social. “Os apoios foram majoritariamente para grupos de mulheres negras e/ou que atuam em territórios de periferias e favelas. Desse modo, entre o começo de março e a primeira quinzena de maio fortalecemos as ações de 28 grupos, coletivos e organizações em seis estados (PE, RJ, BA, MT, MG e CE). E até o final de junho teremos apoiado mais 36 grupos”.

“Por sabermos que a vida real não espera o tempo exato para acontecer, mas se faz a cada dia, também demos a opção para os 24 grupos que apoiamos, em 2019, através do edital “Agitando Pensamentos”, utilizarem os recursos ainda não gastos em seus projetos para ações solidárias e/ou fortalecimento institucional. Para o Fundo SAAP, existir é sempre um ato político. Não há resistência sem existência de pessoas e organizações. Toda luta que pretende um sentido emancipatório requer o compartilhar coletivo de ideias, pensamentos, recursos, alimentos, água, sabão, álcool, terra, casa, espaço, ruas, ar, afetos, tempo, riscos, sonhos”.

Enviando sua mensagem