Notícias

10/08/2011

Parceria com Cirque Du Soleil movimenta rede brasileira

Circo no Mundo Brasil vende ingressos para seguir com projetos de arte-educação


Lívia Duarte, da Fase

Começa por São Paulo, no dia 15 de agosto, a venda de ingressos para espetáculos do Cirque du Soleil cujos recursos serão revertidos para o fundo que mantém a Rede Circo no Mundo Brasil. Serão disponibilizados 200 ingressos para um dia especial do show Varekái em cada uma das oito cidades por onde vai passar a companhia canadense. Em São Paulo, o show beneficente será no dia 9 de novembro. Todas as cadeiras estão localizadas no setor 1 e serão vendidas por R$340.

A parceria com o Cirque du Soleil vem de longa data e hoje é baseada na doação de ingressos das apresentações no Brasil e em oficinas de formação de educadores. Outro projeto que gera recursos para o fundo é a produção de murais gigantes em cada cidade que sedia espetáculos. A obra de arte feita por jovens é exposta e depois vendida ou leiloada, colaborando também para a movimentação do fundo da rede.

Circo Social

Atualmente a Rede Circo no Mundo Brasil é composta por 22 entidades em 11 estados da federação. Essas organizações são bem diferentes entre si. E nem sempre trabalham com a arte dos picadeiros no primeiro plano. Por exemplo: enquanto na Bahia, o Circo Picolino ensina a arte do circo, em São Paulo, o grupo Pombas Urbana investe em arte-educação com jovens do bairro Cidade Tiradentes. Já em Joazeiro do Norte, Ceará, a questão ambiental é central pra quem faz arte com reciclagem no Instituto Ecocidadania Juriti. Mas há coincidências em tanta diversidade: arte-educação, arte circense, juventude e cidadania são temas sempre presentes.

Cleia Silveira, coordenadora do SAAP/Fase, explica que a atuação em rede potencializa o trabalho de cada entidade e permite incidência cada vez maior na formulação de políticas públicas, ampliando direitos dos jovens e reafirmando o circo como parte da cultura nacional. A presença de representantes da Rede Circo Social no Conselho Nacional de Cultura, órgão colegiado no Ministério da Cultura, nas duas últimas gestões, é um exemplo de como a rede vem incidindo em espaços de participação cidadã.

A Fase aposta na articulação de entidades que trabalham com circo, juventude e cidadania desde a década de 90 e ajudou no nascimento da Circo no Mundo Brasil em 2000. Hoje é assessora nacional da rede. “Uma das atividades centrais desenvolvidas pela Fase é estimular o debate sobre a política e os critérios que norteiam a gestão participativa do fundo”, explica Cleia.

Venda de ingressos

Os ingressos doados pelo Cirque du Soleil e pela produtora Time for Fun serão vendidos pelas entidades que fazem parte da rede em cada cidade por onde passar o espetáculo Varekái.

Em São Paulo, a venda direta começa no dia 15 de agosto e o responsável é o ICC – Circo Escola São Remo. Para mais informações, entre em contato com David ou Telma pelo telefone (11) 3765-0459.

As datas da apresentação especial e os períodos de venda para cada uma das outras sete cidades onde Varekái será exibido ainda não foram estabelecidos. A previsão é de que os ingressos beneficentes comecem a ser vendidos pouco antes do início da temporada em cada cidade.

Para mais informações e reservas, entre em contato com o SAAP pelo e-mail cleia@fase.org.br . O título da mensagem deve ser “ingressos”.

Enviando sua mensagem