Notícias

11/03/2014Amazonia

Programa Carajás é tema de debate em Belém

Debate na capital paranse é etapa de seminário internacional. Inscrições abertas no dia 13/03


Estarão abertas neste dia 13 as inscrições para o seminário “Carajás 30 anos” em Belém, que será realizado de 9 a 11 de abril. O seminário é parte dos eventos que marcam os 30 anos do Programa Grande Carajás, que transformou a realidade de vários municípios no Pará e no Maranhão, provoca grandes impactos sociais e ambientais desde sua criação e tem mobilizado milhares de pessoas na resistência e contestação da sua lógica.

Uma ampla rede de movimentos sociais e comunitários, sindicatos, organizações e pastorais do Pará e Maranhão – entre eles a FASE – , além de programas de pós-graduação e grupos de pesquisa de universidades desses dois estados em colaboração com várias entidades de outras regiões do país e do mundo, organizam em 2014 o Seminário Internacional “Carajás 30 anos: resistências e mobilizações frente a projetos de desenvolvimento na Amazônia Oriental”.

O objetivo do seminário é avaliar criticamente os 30 anos do Programa Grande Carajás e, a partir do tema central do ‘desenvolvimento’, discutir suas consequências sociais, ambientais, econômicas e culturais.

O Seminário “Carajás 30 anos” é um processo amplo e o evento em Belém é um de seus seminários preparatórios. O primeiro foi em outubro na cidade de Imperatriz (MA). Haverá também encontro em Marabá e Santa Inês em março e culminará com evento na Universidade Federal do Maranhão, em São Luís de 5 a 9 de maio.

Participam assessores e especialistas no setor, a lideranças comunitárias e dos movimentos socioambientais do Brasil, de outros países da América Latina e da África com seus depoimentos sobre os impactos dos projetos de mineração.
Para saber mais, acesse o blog: http://seminario-belem.blogspot.com.br/

Enviando sua mensagem