Representando o Grupo Cartas de Belém (GCB), Maureen Santos, também coordenadora do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE, participou do debate virtual sobre “O que está em jogo na COP 26”. Fabiana Alves, do  Greenpeace Brasil e o ator Sergio Marone, também participaram. O objetivo foi falar sobre a 26° edição da Conferência das Partes, tirando dúvidas e mostrando como a crise climática é um problema de todos.

Um dos propósitos do encontro, realizado pelo Greenpeace, também foi falar sobre o manifesto produzido pelo GCB em que critica as chamadas “falsas soluções”, baseadas na natureza e na lógica de mercado que estão sendo trabalhadas nessa COP. Mesmo assim podemos dizer que esta é a mais importante de todas conferências por ter como meta o fechamento do livro de regras do Acordo de Paris, a discussão sobre o Artigo 6° e também pretende discutir como será a financerização das metas propostas no tratado.

Assim, ao longo do evento foram respondidas uma séries de questões do internautas, dentre elas se há alguma relação entre a crise climática e o racismo. Nesse sentido, Maureen conectou os assuntos ao falar do conceito de Racismo Ambiental, lembrando como os lugares com maiores trajédias ambientais não por acaso são os mesmos em que a maioria da população é preta e pobre. “Não há justiça climática sem combater ao racismo estrutural do sistema”, pontuou.

Quer saber mais? Confira na íntegra a gravação do evento.