Notícias

06/10/2014Rio de Janeiro

Nasce “O Caju”: instrumento de luta num bairro carioca

Jornal foi elaborado pelo grupo Carcará em parceria com a FASE


Casa D. Joao VI abandono 4
Casa de banho de D. João VI fechada (Foto: Nem Queiroz)

O grupo Carcará, sigla para “Comunidades Articuladas do Caju por Reforma e Ação”, acaba de lançar o primeiro número do jornal “O Caju”, produzido em parceria com a FASE. Localizado na zona portuária da cidade do Rio de Janeiro, o bairro Caju apresenta problemas sociais que foram retratados nas oito páginas da publicação. As reportagens e artigos também falam da história local, além de chamarem atenção para questões que vão além do que se passa na região.

A matéria de capa apresenta a Casa de Banho de D. João VI, que é tombada pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1937, mas atualmente se encontra fechada e em estado de má conservação. Segundo o texto, toda família Bragança, de D. João VI até D. Pedro II, tomava banho de mar no bairro, considerado o primeiro balneário do Rio.

Capa_Pessoas
Tour pelo bairro Caju (Foto: Aécio Oliveira/FASE)

O jornal recorda que, na década de 90, a histórica Casa de Banho de D. João VI foi transformada em um espaço cultural que sediava saraus, serestas, shows e cineclubes, afirmando que “esse tempo pode voltar”. “Para o Carcará, o acesso à cultura, ao patrimônio e à memória do bairro é mais do que um direito, é passo fundamental para a formação da identidade, do pensamento crítico e da cidadania”, pontua um trecho da publicação.

“O Caju” pretende funcionar como veículo de comunicação sobre aquilo que o Carcará tem por objetivo: evidenciar precariedades do bairro carioca em áreas como educação, saúde, meio ambiente e urbanização, dentre outras, e mobilizar moradores para mudanças nessa realidade. Essa primeira edição conta como surgiu o grupo. Ele foi fundado oficialmente no início de 2014, mas em 2013 alguns de seus integrantes já organizavam, junto com a FASE, oficinas de formação política e participação popular na região.

Confira o jornal, um dos resultados desse processo:

Enviando sua mensagem