Notícias

20/04/2020Fase

Posição da Plataforma sobre novo atentado de Bolsonaro à democracia

As organizações articuladas em torno da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político vêm, mais uma vez, repudiar posturas antidemocráticas do ocupante da Presidência da República


As organizações articuladas¹ em torno da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político² vêm, mais uma vez, repudiar posturas antidemocráticas do ocupante da Presidência da República.

Em meio a uma crise aguda causada pela pandemia da Covid-19, Bolsonaro desafia a democracia duplamente: ao instar aglomerações e, dessa vez de forma inequívoca, atacando as instituições ao participar de um ato em prol do fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal.

Não é surpreendente o novo atentado de Bolsonaro. Sua ascensão ao governo é, em parte, explicada pela erosão das instituições republicanas. O que talvez seja surpreendente seja a contínua inação destas ante as afrontas do chefe do Executivo.

É urgente que se amplie o debate público sobre a pertinência de Bolsonaro e seu governo continuarem ocupando o Planalto. Luís Roberto Barroso, que presidirá o TSE, foi um dos que se manifestaram contra as intenções autoritárias de Bolsonaro neste domingo.

Para que não sejam palavras vazias, é necessário que os procedimentos que questionam a lisura da candidatura Bolsonaro-Mourão tenham rápido encaminhamento. Que sejam imediatamente julgadas, portanto, as ações de investigação judicial protocoladas no TSE. Esta é a alternativa hoje considerada pela Plataforma como a melhor saída para a crise política que se agrava diariamente, reforçada pela eclosão de uma questão sanitária cujas dimensões ainda não sabemos estimar.

[1] A FASE integra a Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político.

[2] Nota publicada originalmente no site da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político

Enviando sua mensagem