Notícias

28/02/2013Espírito SantoJustiça Ambiental

Espírito Santo tem II Pedal Contra o Pré-Sal

"O petróleo com os dias contados! Ou seremos nós?", leia sobre iniciativa da FASE ES


Jacques Mota (gentilmente cedido)

 Na cidade de Vitória/ES, em frente à pomposa sede da Petrobrás, pode-se registrar uma significativa manifestação popular contra a produção e o consumo desenfreado de petróleo e gás.

Estudantes, jornalistas, professores, representantes de organizações sociais e artistas realizaram ato contra a indústria do petróleo que é acusada de provocar a devastação do meio ambiente e a afetação de comunidades e milhões de pessoas com sua atividade exploratória.

O grupo, organizado pela FASE/ES, pede a cessação imediata da perfuração da camada do pré-sal dizendo “nenhum poço a mais” e questiona: “para quem é produzida toda essa energia?”.

Após o manifesto com faixas, panfletos e muita batucada, o grupo tomou suas bicicletas e iniciou o 2º Pedal contra o pré-sal, que partiu de Vitória e tem ponto de chegada na cidade de Conceição da Barra, onde serão recebidos pelos membros da escola de formação política e ambiental quilombola.

De acordo com Daniela Meireles, técnica da FASE/ES, o objetivo do pedal é mapear as regiões no litoral norte capixaba que recebem os reflexos da exploração petrolífera, além de conscientizar e agregar outras pessoas aos objetivos do grupo.

“Vamos mapear os impactos do petróleo nas regiões afetadas, identificando e acolhendo as pessoas afetadas, e denunciar as compensações irrisórias que distribuem para calá-las”, diz Daniela.

De acordo com a técnica, uma das maiores motivações para a realização do movimento é o aquecimento global que, segundo ela, tem como principal responsável a queima de combustíveis fósseis. “O Brasil está na contra mão do mundo. Nosso movimento contra a exploração do petróleo está sendo realizado em todos os países da América Latina. É um debate que deve ser feito agora porque nossa vida está por um triz”, alerta.

Pedaladas pela vida

O grupo de voluntários que iniciou a pedalada em Vitória na manhã do dia 25/02, por volta das 11h, rumo à cidade de Conceição da Barra, vai pedalar cerca de 400 km até a chegada. Sua primeira parada para descanso e diagnóstico está prevista para acontecer nesse mesmo dia, na cidade de Aracruz, precisamente na praia de Coqueiral de Aracruz. O grupo planeja descansar à beira de praias, nas comunidades ribeirinhas, sempre em contato direto com as comunidades.
Em seu trajeto, pretendem identificar as comunidades afetadas pelos grandes projetos de desenvolvimento e ampliar a mobilização que já foi iniciada desde o 1º Pedal contra o pré-sal, realizado em janeiro de 2012.

“Vamos ampliar essa rede de aliança e resistência a partir do diagnóstico dos impactos sócioambientais e conscientizar as comunidades afetadas”, afirma Paulo Henrique, técnico da FASE/ES.

Nesse mesmo dia o grupo realizará contatos com o SINTICEL – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel, Celulose e Químicas do ES, com o SUPORT – Sindicato dos Trabalhadores Portuários do Espírito Santo e com a Associação dos Pescadores de Barra do Riacho para fortalecer essa aliança.

*Veja no folder o percurso dos ciclistas

* Leia a reportagem do site Século Diário.

 

Enviando sua mensagem