Vídeos


20/09/2017Amazonia Os Povos do Tapajós na Rota da Soja Uma nova rota da soja se expande para a Amazônia, provocando degradação ambiental e violações de direitos a seus povos. É o alerta feito no vídeo "Os Povos do Tapajós na Rota da Soja", elaborado pela FASE e pela ActionAid Brasil, com produção do Criar Brasil. A partir do rio Tapajós, o filme debate como investimentos em megaprojetos de infraestrutura logística levam conflitos à região. Depoimentos de pescadores, quilombolas, indígenas, representantes de organizações e movimentos sociais demonstram como a globalização se materializa territorialmente. O conteúdo do curta se soma ao livro "A Geopolítica de Infraestrutura da China na América do Sul", de Diana Aguiar, do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE. Apoio: Charles Stewart - Mott Fondation.
14/07/2017Amazonia “SOJA: da promessa à destruição” “SOJA: da promessa à destruição” é uma produção do programa da FASE na Amazônia e do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) de Mojuí dos Campos, que fica na região metropolitana de Santarém, mesorregião do Baixo Amazonas, no Oeste do Pará. Desmatamento, expulsão de trabalhadores rurais para cidade, poluição ambiental, encolhimento da agricultura familiar, risco à soberania e segurança alimentar e nutricional e perigo à saúde humana pela contaminação por agrotóxico são algumas das consequências mostradas. A agricultura familiar é a base da economia em Mojuí dos Campos, mas vem perdendo espaço para a soja, o latifúndio e o agrotóxico.
20/12/2016Amazonia Fala Juventude: Meu Corpo, Meu Território O vídeo "Fala Juventude: Meu corpo, meu território" foi produzido por jovens da Amazônia paraense, participantes do Programa de Formação Fala Juventude, que por meio da comunicação comunitária têm fortalecido o debate sobre Direitos Territoriais, segurança alimentar, agroecologia e autonomia das mulheres. O projeto é executado pelo programa da FASE na Amazônia e conta com o apoio das organizações Manos Unidas, ASW, Action Aid e Fasternopfer.
27/10/2016Amazonia Vídeo explica Plano de Utilização do PAE Lago Grande Esse vídeo foi realizado pela Federação das Associações de Moradores e Comunidades do Assentamento Agroextrativista da Gleba Lago Grande (FEAGLE), pela FASE e pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (FAMCOS). Nele, jovens convocam a população para a revisão do Plano de Utilização do território, que conta com 140 comunidades. O local fica no Baixo Amazonas, no Pará, sendo visado pelo agronegócio, mineração e hidrelétricas. O vídeo se mostra como ferramenta de mobilização contra possíveis degradações. A produção teve apoio do Fundo Dema, do STTR de Santarém, da Fundação Boll Brasil e da Fundação Ford.
17/05/2016Amazonia FASE no seminário “Desenvolvimento em Disputa: Por uma economia a serviço da vida” Com cinco mesas de debate, o evento, realizado pela Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong), teve por objetivo discutir o modelo atual de desenvolvimento‬ e propor paradigmas alternativos que tenham as exigências ecológicas como elemento central. O debate da segunda mesa, cujo tema foi "Economia: como superar o modelo produtivista-consumista?", contou com a participação de Guilherme Carvalho, coordenador do programa da FASE na Amazônia. O seminário aconteceu em Brasília nos dias 17 e 18 de novembro de 2015.
21/01/2016Amazonia Mobilização Nacional Indígena em Brasília – Terra Indígena Maró (PA) Vídeo registra a participação dos Borari e Arapiuns em mobilização contra a PEC 215, que transfere a competência da União na demarcação das terras indígenas para o Congresso Nacional. "Uma emenda constitucional que vem atrapalhando o movimento indígena nacional e a demarcação de terras indígenas", diz Poró Borari, da Terra Indígena (TI) Maró, que ficam em Santarém, oeste do estado do Pará. Cerca de 240 famílias indígenas reivindicam a demarcação do território, que tem uma área de 42.373 hectares. Contra eles estão interesses econômicos de ruralistas e madeireiros.
04/08/2015Amazonia Mulheres caminham por iluminação em Santarém Mulheres de Santarém (PA) percorreram com lanternas ruas escuras e inseguras. A ação, realizada em julho de 2015, foi organizada pelo programa da FASE na Amazônia, pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (Famcos), pela Associação de Moradores do bairro do Umari (Ambu) e pela Action Aid, no contexto da campanha “Cidades Seguras para as Mulheres – a cidade que se tem, a cidade que se quer ter”. A iniciativa cobra serviços públicos de qualidade nas cidades para diminuir a violência de gênero. Saiba mais sobre a campanha proposta pela ActionAid em www.cidadesseguras.org.br.
30/01/2015Amazonia Vozes do Tapajós O vídeo é uma realização do programa da FASE na Amazônia e do Fórum da Amazônia Oriental (Faor), em parceria com a Associação dos Moradores dos Bairros Uruará (AMBU) e com o Coletivo da Juventude de Belterra. A produção critica a construção de 104 hidrelétricas, entre grandes, médias e pequenas, previstas para o rio Tapajós. Traz entrevistas com jovens que destacam os prejuízos que os empreendimentos podem trazer à natureza e às formas de viver da região. O filme foi concluído no primeiro semestre de 2014. Em novembro do mesmo ano, venceu o Festival de Videos FIT, da cidade paraense de Santarém, na categoria "não profissional".


Enviando sua mensagem