Notícias

13/04/2018Agroecologia

Campanha de financiamento coletivo para o IV ENA conta com apoio de artistas

Meta é juntar R$ 100 mil para custear parte da logística, infraestrutura e comunicação do maior encontro de agroecologia do Brasil


A Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) lançou na terça-feira (10) a campanha de financiamento¹ coletivo para arrecadar recursos para o IV Encontro Nacional de Agroecologia (ENA), que acontecerá em Belo Horizonte (MG), de 31 de maio a 3 de junho.

Hospedada na plataforma Catarse, a campanha será realizada sob a coordenação da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), com a parceria de dezenas de organizações e movimentos sociais, contando com o apoio de artistas e celebridades, como a atriz e cantora Letícia Sabatella, que empresta sua imagem e voz ao vídeo de divulgação da iniciativa. “Quando a gente fala de agroecologia, estamos falando de tecnologias muito avançadas, e, ao mesmo tempo, do resgate de tradições muito antigas, quando não havia as armas químicas combatendo as pragas, nem a geração de tantas pragas”, explica a atriz, que é militante da causa e apoia grupos de agroecologia no Rio de Janeiro.


Realizado desde 2002, o ENA é o maior encontro de agroecologia de todos os biomas do Brasil. A edição deste ano deve mobilizar cerca de 2 mil representantes, entre agricultores, agricultoras, indígenas, quilombolas, representantes de povos e comunidades tradicionais de todos os estados, contando com a visita de mais de 30 mil pessoas.

Segundo Denis Monteiro, secretário executivo da ANA, já foi arrecadado mais de 60% do orçamento total do encontro com parceiros institucionais, mas ainda são necessários aportes adicionais para garantir a qualidade e a repercussão do evento. “A campanha é uma oportunidade para o cidadão e a cidadã, e também para empresas e pessoas do setor de alimentos e serviços, contribuírem para a realização do encontro, que faz parte de um movimento de transformação da agricultura brasileira”, conta.

Com a mobilização de agricultores ecologistas e outras parcerias, foram definidos os produtos e serviços a serem oferecidos como recompensas aos apoiadores da campanha. As opções vão de sementes crioulas a cursos e palestras relacionadas à agroecologia, passando por alimentos, serviços e contrapartidas de visibilidade de marcas, entre outros benefícios físicos ou virtuais. Novas recompensas serão adicionadas ao longo da campanha.

As doações com recompensa começam em R$ 25, mas quem quiser contribuir com o projeto, sem recebimento de recompensa, pode doar a partir de R$ 10. A cada R$ 200 arrecadados, é viabilizada a participação de um representante do público prioritário do ENA (agricultor/a, indígena, quilombola ou integrante de outros povos e comunidades tradicionais). O pagamento pode ser feito com cartão de crédito ou boleto bancário. A campanha será finalizada no dia 15 de maio.

Para contribuir, acesse catarse.me/ivena e conheça as recompensas.

[1] Saiba mais pelo site a Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), da qual a FASE é parte. 

Enviando sua mensagem