Vídeos


28/11/2016Justiça Ambiental Não foi acidente Quantas Marianas (MG) serão necessárias para que o Brasil reveja seu modelo de desenvolvimento? A partir dessa questão, a FASE, a Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA) e o Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração produziriam o vídeo “Não foi acidente”. Além de relembrar as irresponsabilidades da empresa, controlada pela Vale e pela BHP Billiton, a produção destaca que o crime ambiental está relacionado a uma lógica que se repete pelo país, ameaçando a biodiversidade, a economia local e os modos de vida de populações em diversos territórios.
28/11/2016Justiça Ambiental This was not an accident How many Mariana disasters (a city in the Brazilian state of Minas Gerais) will be necessary for Brazil to review its development model? From this question, FASE, along with the Brazilian Environmental Justice Network (RBJA) and the National Committee for Land Resistance against Mining produced the video “It wasn’t an accident”. Besides recalling all the irresponsibility of the company, which is managed by Vale and BHP Billiton, the production highlights that such environmental crime is related to a logic that repeats itself throughout the country, thus threatening biodiversity, the local economy and the peoples’ ways of life in many territories.
28/11/2016Justiça Ambiental No fue accidente ¿Cuántas Marianas (ciudad del estado brasileño de Minas Gerais) serán necesarias para que Brasil revise su modelo de desarrollo? Ante esta cuestión, la FASE, la Red Brasileña de Justicia Ambiental (RBJA) y el Comité Nacional en Defensa de los Territorios frente a la Minería produjeron el video “No fue accidente”. Más allá de recordar a las irresponsabilidades de la compañía, que es controlada por Vale y por BHP Billiton, la producción destaca que el crimen ambiental se relaciona a una lógica que se repite por el país, así amenazando a la biodiversidad, la economía local y los modos de vida de poblaciones en varios territorios.
22/09/2014Direito à cidade Limpando a Área O vídeo “Limpando a Área” apresenta a situação das famílias removidas do Loteamento São Francisco para construção da Arena Pernambuco, no contexto da Copa do Mundo. A produção faz parte da pesquisa “Uma Arena para Pernambuco: impactos e avaliações de promotores, vizinhos, beneficiados, atingidos”, realizada pelo Grupo de Pesquisa sobre Família, Gênero e Sexualidade (FAGES/UFPE). Evanildo Barbosa da Silva, diretor da FASE, é um dos entrevistados no filme.
11/07/2012Justiça Ambiental “Para falar de justiça ambiental, é importante falar de injustiça ambiental” “Para falar de justiça ambiental, é importante falar de injustiça ambiental. Tem a ver com o fato de que certas populações são afetadas pelo que o desenvolvimento econômico produz”, esclarece Marcelo Firpo, coordenador da pesquisa do Mapa, ao programa Globo Ecologia. No Brasil, a criação da Rede Brasileira de Justiça Ambiental (RBJA), em 2001, difundiu e consolidou a discussão sobre o conceito, caro à FASE, e influenciando movimentos sociais e organizações.
11/07/2012Agroecologia FASE no Globo Ação: Ribeirinhos de Gurupá dão exemplo de desenvolvimento local Criado em 1997 com o objetivo de apoiar a economia familiar baseada no uso sustentável da água, o projeto Manejo Comunitário do Camarão de Água Doce, instituído pelo núcleo da FASE-Amazônia no Pará, tornou-se um exemplo da importante união entre metodologias participativas e ações concretas para o desenvolvimento local. No município paraense de Gurupá, técnicas sustentáveis para o manejo do camarão – desenvolvidas em coletivo – deram novo valor ao produto local e estabeleceram a pesca familiar de camarão como uma atividade permanente, geradora de renda suficiente para 16 comunidades. O projeto chegou a receber o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social.
16/05/2012Direito à cidade Municípios Periurbanos: uma agenda em construção Cerca de 90 por cento dos 5.565 municípios brasileiros concentram isoladamente menos de 50 mil habitantes. Eles abrangem a maior porção do território nacional – e neles vivem cerca de 30% da população. Mesmo assim, o envolvimento na formulação e implementação de políticas nessas regiões é muito baixo. Para transformar essa realidade, movimentos sociais e diferentes organizações e instituições iniciaram uma série de estudos, pesquisas e encontros, que resultaram na formulação da Plataforma dos Municípios Periurbanos para a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano e Regional. Assista ao vídeo e entenda melhor a “agenda em construção”. Ele foi produzido como encerramento/síntese do projeto “Desenvolvimento integrado na política pública nacional: um direito dos municípios periurbanos da Amazônia Oriental e do Nordeste”, desenvolvido pela Fase e apoiado pela União Européia e Oxfam GB.


Enviando sua mensagem