Agroecologia e economia solidária juntos no MT

No Mato Grosso, a semana foi de discussões sobre agroecologia e economia solidária. Em um único evento, o Grupo de Intercâmbio em Agricultura Sustentável (GIAS) e o Fórum Estadual de Economia Solidária do MT mostraram à população de Cuiabá como produzir alimentos e outros objetos de uso prático sem comprometer o meio ambiente, agregando mão de obra com geração de renda desconcentrada em práticas perfeitamente sustentáveis

MP começa a corrigir violações de Juína

Sinal de justiça no Mato Grosso. O Ministério Público Federal pediu o afastamento do prefeito da cidade de Juína, Hilton Campos, assim como do presidente da Câmara dos Vereadores do município, Francisco de Assis Pedroso. Seu afastamento é necessário para que sejam julgados com mais dois réus: o empresário mato-grossense Paulo Roberto Perfeito e o produtor rural Aderval Bento.

Formad divulga nota sobre combate ao desmatamento

O Fórum Matogrossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad) está acompanhando com preocupação o movimento Reage Nortão, de setores rurais que tentam desestabilizar o trabalho do Ministério do Meio Ambiente e da Ministra Marina Silva.

Mato Grosso sem lei: a revogação da democracia

São comuns nos rincões do Brasil, ainda e infelizmente, as violações a direitos fundamentais. O caso do Mato Grosso, contudo, está chegando a níveis mais que alarmantes. O episódio vivido por uma equipe do Greenpeace, Operação Amazônia Nativa (Opan) e dois jornalistas franceses, na semana passada, é um escândalo que ultrapassa todos os limites aceitáveis numa democracia. Presentes na cidade de Juína, noroeste do MT, para conhecer a situação do povo indígena Enauenê Nauê, os integrantes das organizações e os jornalistas foram ameaçados, intimidados, perseguidos e por fim expulsos

Índios “genéricos” e a falácia do desenvolvimento

Mato Grosso tem visto posicionamentos conservadores acerca de questões envolvendo os vários povos indígenas do estado. Certos setores da classe política e da imprensa recorrem à antiga cantilena de que “há muita terra para pouco índio”, afirmam que as terras indígenas são um obstáculo ao desenvolvimento econômico e chegam a afirmar que os indígenas ameaçam a ordem e a legalidade. Reivindicam o desprezo e o descumprimento dos preceitos constitucionais que asseguram aos índios “direitos originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam”, conforme consta no artigo 231 da Constituição Federal

BR-163: plano de sustentabilidade não sai do papel

No ano passado, no Dia Mundial do Meio Ambiente, o governo federal se comprometeu com organizações da sociedade civil em um processo inédito: realizar uma obra pública de grande porte com um plano de sustentabilidade socioambiental. A obra em questão é a rodovia BR-163, que liga Cuiabá, no Mato Grosso, a Santarém, no Pará

Índios “genéricos” e a falácia do desenvolvimento

Mato Grosso tem visto posicionamentos conservadores acerca de questões envolvendo os vários povos indígenas do estado. Certos setores da classe política e da imprensa recorrem à antiga cantilena de que “há muita terra para pouco índio”, afirmam que as terras indígenas são um obstáculo ao desenvolvimento econômico e chegam a afirmar que os indígenas ameaçam a ordem e a legalidade. Reivindicam o desprezo e o descumprimento dos preceitos constitucionais que asseguram aos índios “direitos originários sobre as terras que tradicionalmente ocupam”, conforme consta no artigo 231 da Constituição Federal.

Agroextrativismo traz segurança alimentar ao MT

No mesmo dia em que a CTNBio liberava a comercialização do milho transgênico da multinacional Bayer, pequenos agroextrativistas do Mato Grosso realizavam o primeiro Encontro do Agroextrativismo do Pantanal. O evento foi produzido pela FASE Mato Grosso

Fase MT promove encontro sobre agroextrativismo

A Fase Mato Grosso promove, nestes dias 16 a 18 de maio, o I Encontro de Agroextrativismo do Pantanal, em Cáceres

Políticos do Mato Grosso põem o Pantanal em risco

Perigosas alterações nas leis ambientais do Mato Grosso podem pôr em risco a sobrevivência de um riquíssimo bioma brasileiro: o Pantanal

FASE MT faz 20 anos comprometida com mulheres

Neste ano em que a FASE Mato Grosso comemora 20 anos de atividade. A participação no seminário sobre o trabalho com mulheres demonstrou bem como este longo tempo de cultivo trouxe resultados

Agricultores garantem biodiversidade na Amazônia

Em meio a tantos assuntos de interesse público que disputam a atenção da sociedade, questões fundamentais podem passar em branco. É o caso da biodiversidade, patrimônio natural do Brasil que continua em risco em certas regiões devido a certas práticas do chamado “desenvolvimento”

Moção de Indignação

O Fórum Estadual pela Erradicação do Trabalho Escravo externa veemente indignação ante ao gravíssimo incidente em que integrantes do Grupo Móvel de Fiscalização do Trabalho Escravo foram alvo de disparos de armas de fogo