Seminários de Avaliação do Projeto Amazônia Agroecológica revela avanços e inovações

Agricultores e agricultoras familiares e agroextrativistas do Mato Grosso e Pará refletiram sobre o projeto realizado em cinco anos nos territórios

Morre Avelino Ganzer, líder sindical e amigo da FASE

Junto aos trabalhadores rurais de Santarém, liderança teve papel destacado na construção da CUT e do Novo Sindicalismo rural

As tragédias climáticas são um crime dos grandes projetos do capital na Amazônia

O agronegócio, a mineração e o hidronegócio sustentam esse modelo e são gigantes demandadores de terra e territórios. Mas, o que isso tem a ver com os problemas do clima de hoje?

Documentário em defesa do igarapé urbano Urumari

Este documentário é realizado pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (FAMCOS), com o apoio do Fundo Dema, do qual a FASE é parte, e do Fundo Amazônia. Narra o processo de recuperação do igarapé urbano Urumari, um manancial localizado em Santarém (PA). O filme aborda aspectos como a qualidade da água, fauna, flora, questões econômicas e sociais. Abandonado pelo poder público, a luta em defesa do igarapé vem sendo fortalecida pelo Comitê Urumari Vivo.

Amazônia Agroecológica / Caderno de Formação Saberes e Práticas Agroecológicas

Este caderno de formação é um documento elaborado pela FASE e produzido como subsídio à formação de Multiplicadores e Multiplicadoras em Agroecologia. Seu objetivo é promover o diálogo de saberes e práticas com agricultores e agricultoras familiares, assentados, quilombolas, agroextrativistas, abordando sua relação com a natureza em seus sistemas agrícolas e seus sistemas alimentares a partir dos princípios da Agroecologia.

Amazônia Agroecológica / Folder de apresentação

O projeto Amazônia Agroecológica é uma ação articulada entre o Fundo Dema e os programas regionais da Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE) nos estados do Mato Grosso e Pará.
Com duração de 36 meses, a ação conta com o apoio do Fundo Amazônia. Tem como objetivo dinamizar e fortalecer práticas agroecológicas para a promoção da conservação e uso sustentável da biodiversidade, a recuperação de áreas degradadas, a garantia da segurança
alimentar e nutricional e dos direitos territoriais. Isso por meio do apoio a projetos comunitários e ações a serem desenvolvidas pela FASE nos territórios.

FASE e MPF firmam acordo para regularização fundiária de territórios quilombolas

Formalização garante ações conjuntas por cinco anos. A Iniciativa ocorre por meio do Projeto Aquilombar, realizado pela FASE, Fundo Dema e Malungu.

Revista Bem Viver

Pensando o atual cenário de desmonte de toda uma estrutura de direitos territoriais e de proteção socioambiental promovido pelo governo, tal violência tende a se agravar ainda mais. Isso, por sua vez, faz com que as iniciativas (projetos) dos povos e comunidades tratados aqui na revista ganhem em importância, pois fortalecem a sua qualidade de vida, comprovam a validade da interação entre vida humana e floresta e contribuem para a construção de um BEM VIVER como uma alternativa possível não apenas à vida local, mas também às dimensões regional, nacional e internacional. Fortalecem, portanto, estes povos e comunidades na sua resistência à ação destruidora de fora e sua ação protagonista pela vida na Amazônia e no planeta. Inseridos nesse contexto, os 19 projetos do Edital Agroecologia, Segurança Alimentar e Defesa dos Bens Comuns (ASAD), promovido no ano de 2018 pelo Fundo Dema, com o apoio da Aliança Internacional “Clima e Uso da Terra” (CLUA), têm apresentado resultados muito importantes junto às suas comunidades quanto à relevância que suas formas de viver e produzir tem para a conservação da Amazônia. É com o objetivo de mostrar esses resultados que produzimos a presente publicação.

Diálogos Amazônicos: críticas aos falsos modelos de desenvolvimento

Segundo dia pauta modelos de transição energética, fundos comunitários e mudanças climáticas

FASE Amazônia contribui no III Seminário Nacional de Educação em Agroecologia

“Construindo Caminhos para o Fortalecimento dos Territórios do Bem Viver”, foi o tema do III SNEA, que aconteceu no Instituto Federal do Pará, em Castanhal, entre 04 e 07 de julho

Revista Somos A Floresta

A revista comemorativa dos 10 anos do Fundo Dema reúne experiências coletivas realizadas em toda sua história. Durante esse tempo, foram mais de 240 iniciativas apoiadas na Amazônia, envolvendo cerca de 2 mil comunidades e 10 mil famílias em projetos alternativos ao atual modelo de desenvolvimento econômico.

Presidenta do Fundo Dema toma posse no Conselhão de Lula

Graça Costa foi nomeada para o novo Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS) onde atuará com outros 245 integrantes

Fundo Dema: Projetos apoiados trocam experiências em ação de monitoramento

Oito projetos da região metropolitana de Belém, apoiados por meio do Edital Cidades Amazônicas, se reúnem para falar de seus resultados

FASE e Fundo Dema realizam Primeiro Encontro Paraense de Agroecologia em Santarém

Com o tema ‘Agroecologia, tecendo redes por Soberania Alimentar e Popular nos territórios Amazônicos’, o encontro foi organizado em conjunto pela FASE e Fundo Dema além de associações e coletivos

Em celebração aos 20 anos, Fundo Dema promove concurso fotográfico

O Prêmio pretende inspirar cada vez mais iniciativas coletivas em defesa da Amazônia e seus povos

Carta:15 anos de Fundo Dema

O Fundo Dema, do qual a FASE é parte, surgiu da ação de movimentos sociais do oeste paraense no enfrentamento a crimes ambientais, em especial a extração ilegal de madeira. No marco dos seus 15 anos, essa carta, elaborada durante encontro em Altamira (PA), destaca conquistas em sua trajetória como incentivador de iniciativas de justiça social, ambiental e climática, da agroecologia e da segurança alimentar e nutricional. No documento, o Fundo também reafirma seus compromissos e apresenta desafios para os próximos cinco anos na defesa da Amazônia e de seus povos. “O Fundo Dema age para que as presentes e futuras gerações vivam melhor”, destaca a carta.

Em defesa do Bem Viver

Ao final da I Caravana Agroecológica do Oeste do Pará, os participantes produziram uma carta em defesa do Bem Viver, resultado das reflexões coletivas feitas durante as experiências vivenciadas. Além de denunciar a pressão do capital sobre os povos e comunidades tradicionais, a violação de direitos e a exploração dos recursos existentes na Amazônia, o documento apresenta propostas a serem consideradas na luta em defesa da Amazônia e de seus povos.

FASE e Fundo Dema realizam seminário ‘O cultivo da economia feminista através da Caderneta Agroecológica’

A troca de experiências e saberes sobre a agroecologia e o uso das Cadernetas Agroecológicas motivaram a reunião de 54 mulheres de onze territórios das regiões Nordeste e Baixo Tocantins, no Pará.

Saiu na Mídia: Projetos buscam reparação social de comunidades por impacto negativo

Se é sabido que as mudanças do clima não afetam igualmente a todos, o passo seguinte para qualquer remediação é entender como compensar os que sofre mais e prevenir danos futuros