Seminário dos Povos Indígenas do sul, extremo e baixo sul da BA

O seminário terminou com uma caminhada histórica pela principal avenida da cidade de Itabuna

Encontro regional Juventude e políticas públicas: construindo uma nova sociedade

O Fórum de Luta por Terra trabalho e Cidadania promoveu em abril deste ano um importante evento para a juventude do Sul da Bahia

Projeto Semear: qualidade de vida no meio rural

Desde 1998, a FASE desenvolve com a CUT uma experiência de educação e qualificação profissional para o meio rural que contribui para a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores do meio rural da Bahia, através , através do aumento da escolaridade; da formação profissional e da qualificação para uma participação mais eficaz na definição das políticas públicas e no aumento das possibilidades de geração de emprego e renda

Movimentos populares de Santa Luzia dizem não à Veracel

Na comemoração do 1º de maio – Dia dos Trabalhadores, os movimentos fizeram uma passeata pela cidade e lançaram nota de alerta à população

Sul da Bahia se levanta contra monoculturas de eucalipto

As monoculturas de eucalipto vêm despertando cada vez mais a revolta de populações do meio rural brasileiro. Além do notório caso do Espírito Santo – onde indígenas sofrem há 40 anos nas mãos da empresa de papel Aracruz Celulose – a região sul da Bahia começa a se mobilizar para combater especificamente o Deserto Verde

Construindo a Consciência do direito a ter direito

O Projeto Construindo a Consciência do Direito a ter Direitos junto a jovens afrodescendentes do Bairro Maria Pinheiro (Itabuna) e com o povo indígena Tupinambá de Olivença (Ilhéus, Una, Buerema) desenvolvido pela FASE Bahia e seus parceiros (Projeto Encantarte, AATR, Banco do Povo de Itabuna, CARE e Pastoral da Juventude), nos municípios de Itabuna, Ilhéus, Una e Buararema, com o apoio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, entre dezembro de 2003 e maio de 2005, chegou ao fim com um grande saldo

Encerramento do Projeto

A FASE Bahia promoveu um evento de encerramento do Projeto “Construindo a consciência do Direito a ter Direitos” no dia 31 de maio de 2005, em Itabuna, com o lançamento duas publicações