Seminário Nacional

“A luta popular urbana e os desafios da construção do bem viver e do direito à cidade”, esse foi o tema do seminário organizador pelo Grupo Nacional de Assessoria da FASE e o programa da FASE em Pernambuco, em 2016. O encontro reuniu militantes e representantes de diversos movimentos sociais do país que lutam pelo direito à cidade.

Paradoxos da política de saneamento básico no Brasil

O atual contexto político trouxe mais riscos a um processo político em defesa do saneamento básico. O desmonte dessa construção, porém, teve início com a aposta nas Parceirias Público Privadas (PPPs)

Território Ocupado

A fim de evidenciar os efeitos nocivos das recentes transformações urbanas no Rio de Janeiro, o documentário “Território Ocupado” registrou a sobreposição de intervenções em um espaço onde a vida permaneceu pela resistência: a zona portuária da cidade. O filme, uma realização do programa da FASE no Rio de Janeiro e do Laboratório de Imagem da Faculdade de Serviço Social (FSS/UERJ).
A partir de diferentes dimensões, moradores do Morro da Providência, considerada a primeira favela brasileira, e do bairro Caju, são destaque no documentário, que aborda os primeiros grandes aterros, a atividade portuária, o surgimento da capoeira, o cotidiano de pescadores da região, dentre outros pontos. A zona portuária carioca é o local onde foi construída a primeira estrada de ferro do Brasil, algo também comentado na produção. A herança ancestral africana está presente na fala das entrevistadas e entrevistados, que consideram extremamente violentas as recentes transformações do Rio de Janeiro em uma “cidade global”, tanto do ponto de vista material e como simbólico.

Juventudes e Direitos nas Cidades

Documentário com os jovens que participaram do programa Juventudes e Direitos nas Cidades, promovido com o apoio da Ajuda da Igreja da Noruega (AIN) .O vídeo tem como base o acúmulo de trabalho com jovens realizado por seis organizações: FASE, Diaconia, Koinonia, Viva Favela, Ibase e Ação Educativa no Brasil. As transformações na vida desses jovens entre 2011 e 2015 são abordadas nessa produção. No caso da FASE, foram entrevistados jovens de Pernambuco, Rio de Janeiro e Amazônia. O vídeo foi realizado graças a uma iniciativa de estudantes secundaristas: a campanha Operação Dia de trabalho (OD).

Dia Mundial da Água! Comemorar o que mesmo?

Estamos na semana do Dia Mundial da Água e o objetivo é chamar a atenção da população para sua preservação. Diante do imenso déficit no acesso à água e dos muitos problemas sociais e de saúde que isso produz, não temos muito que comemorar

Organizações da Sociedade Civil na América Latina, direito à cidade e autocrítica já!

Em artigo, Evanildo Barbosa e Joana Barros, da FASE, expõem motivos para ampliar os interesses sobre temas que sempre desafiaram as esquerdas sociais no campo das problemáticas urbanas, criticando as receitas das “cidades-mercado” e o atual modelo de desenvolvimento

Jovens negras do Brasil e a transmissão geracional do racismo e da desigualdade

Artigo integra o encarte especial “Juventudes e a desigualdade no urbano” da edição nº 100 do Le Monde Diplomatique Brasil. A publicação foi realizada pela Oxfam Brasil, em parceria com organizações da sociedade civil, dentre elas a FASE

FASE participa do Conexão Futura sobre ‘Cidades Insustentáveis’

Joana Barros, do Grupo Nacional de Assessoria (GNA) da FASE, participou do Conexão Futura sobre “Cidades Insustentáveis”. A conversa, exibida no Canal Futura em 20 de agosto de 2015, incluiu reflexões sobre poluição, moradias precárias, engarrafamentos, transporte, insegurança, falta d’água etc. Também se debateu formas de tornar as cidades mais humanas e acolhedoras. Além de Joana, participaram do programa Mariana Matera Veras, do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da Universidade de São Paulo, e Victor Andrade, do Programa de Pós-graduação em Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Limpando a Área

O vídeo “Limpando a Área” apresenta a situação das famílias removidas do Loteamento São Francisco para construção da Arena Pernambuco, no contexto da Copa do Mundo. A produção faz parte da pesquisa “Uma Arena para Pernambuco: impactos e avaliações de promotores, vizinhos, beneficiados, atingidos”, realizada pelo Grupo de Pesquisa sobre Família, Gênero e Sexualidade (FAGES/UFPE). Evanildo Barbosa da Silva, diretor da FASE, é um dos entrevistados no filme.

Suape: promessas não cumpridas

Artigo de Heitor Scalambrini Costa, do Fórum Suape, sobre o empreendimento em Pernambuco

Caso Pernambuco: Copa para quais modelos de cidades?

Com foco em Pernambuco, este artigo aborda violações do megaevento no meio urbano

Municípios Periurbanos: uma agenda em construção

Cerca de 90 por cento dos 5.565 municípios brasileiros concentram isoladamente menos de 50 mil habitantes. Eles abrangem a maior porção do território nacional – e neles vivem cerca de 30% da população. Mesmo assim, o envolvimento na formulação e implementação de políticas nessas regiões é muito baixo. Para transformar essa realidade, movimentos sociais e diferentes organizações e instituições iniciaram uma série de estudos, pesquisas e encontros, que resultaram na formulação da Plataforma dos Municípios Periurbanos para a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano e Regional. Assista ao vídeo e entenda melhor a “agenda em construção”. Ele foi produzido como encerramento/síntese do projeto “Desenvolvimento integrado na política pública nacional: um direito dos municípios periurbanos da Amazônia Oriental e do Nordeste”, desenvolvido pela Fase e apoiado pela União Européia e Oxfam GB.

Novo vídeo: jovens, cidades e meioambiente

Será mesmo que as crises socioambientais são democráticas?

As desigualdades de gênero na cidade

A casa, a calçada, o poste, o muro, a poluição, a praça pública: tudo isso é parte da cidade. E interfere, consciente ou inconscientemente, na vida das mulheres. O vídeo produzido pela FASE Rio estimula reflexão sobre desigualdades de gênero e a formação das nossas cidades. E provoca agir sobre as políticas públicas com o objetivo de construir cidades de todos os homens e de todas as mulheres.

Rio: ordem e desordem

O choque de ordem promovido pela prefeitura do Rio de Janeiro na gestão de Eduardo Paes não é uma política de direito à cidade

Prefeitos: hora de zerar o déficit habitacional

Neste momento em que a Jornada Nacional de Reforma Urbana sairá às ruas pedindo mais moradia popular, cabe lembrar que prefeitos e prefeitas eleitos este ano devem entrar 2009 com um compromisso de cuidar para que o déficit habitacional acabe em todas as cidades

Cidade de Direitos

Dando seqüência a uma reflexão em pauta na FASE sobre a “Cidade Informal”, procuramos valorizar enfoques que reorientem o debate das políticas urbanas, levando em conta a lógica de reprodução social que se manifesta nos territórios

Iniciativa possibilita que pessoas com deficiência acessem o conteúdo da cartilha da série Caminho das Águas

O vídeo foi produzido pela FASE Rio a partir da cartilha “Água: quem paga tem, e quem não pode pagar, fica sem?” e está disponível no Youtube

FASE Rio lança cartilha “Água: quem paga tem, e quem não paga, fica sem?”

A publicação, que é parte da série “Caminho das Águas”, retrata lutas e direitos que envolvem a concessão dos serviços de distribuição de água no Rio de Janeiro

Saúde e Defesa de Direitos: Uma Cartografia dos Territórios Populares do Rio de Janeiro

A Cartografia dos Territórios Populares do Rio de Janeiro traça iniciativas de promoção de saúde e Direitos Humanos em bairros populares, favelas e núcleos urbanos informais no estado do Rio de Janeiro. Com os temas saúde, questão agrária, racismo, educação, moradia, cultura, fome, desaparecimentos forçados e transfobia, a publicação, “iniciada” em dos períodos mais sombrios da história da política brasileira”, é também um manifesto anticapitalista em promoção de saúde mental nos territórios violados pelo Estado opressor.