Saiu na Mídia: Costurando Moda com Direitos em pauta na ALEPE

A iniciativa da FASE/Fundo SAAP foi citada pela reportagem de telejornal da TV Asa Branca de Caruaru, afiliada da Rede Globo

Saiu na mídia: Costurando Moda com Direitos na ALEPE

Com o objetivo de enfrentar a precarização do trabalho de mulheres costureiras do Polo de confecções do Agreste, a FASE Pernambuco colaborou com um grupo de parlamentares da Assembleia Legislativa do estado.

O objetivo é criar um Projeto de Lei que possa remunerar essas trabalhadoras em períodos de baixa procura.

A iniciativa é parte do projeto Costurando Moda com Direitos, uma iniciativa da FASE/Fundo SAAP que foi citado pela reportagem da TV Asa Branca de Caruaru, afiliada da Rede Globo.

Fundo SAAP divulga resultados do edital Agitando Pensamentos

Apoio se destina a grupos que tenham ao menos um ano de atuação e orçamento anual inferior a R$100.000,00

Experiência do Fundo Dema e agenda climática pautam último dia de Seminário Nacional Amazônia Agroecológica

A capacidade de gestão do Fundo Dema foi destacada por instituições apoiadoras e organizações parceiras e um referencial de apoio a projetos de povos e comunidades tradicionais

Seminários de Avaliação do Projeto Amazônia Agroecológica revelam avanços e inovações

Agricultores e agricultoras familiares e agroextrativistas do Mato Grosso e Pará refletiram sobre o projeto realizado em cinco anos nos territórios

Morre Avelino Ganzer, líder sindical e amigo da FASE

Junto aos trabalhadores rurais de Santarém, liderança teve papel destacado na construção da CUT e do Novo Sindicalismo rural

Carta Pública pela garantia de direito das mulheres costureiras de Pernambuco

Nós mulheres faccionistas Do Polo de Confecções somos muitas e diversas: jovens, maduras, casadas, solteiras. E a maioria de nós é negra, com filhos e filhas. Muitas viemos da agricultura e trabalhamos desde a infância. Hoje, somos trabalhadoras do Polo de Confecções localizado em várias cidades da região agreste do estado de Pernambuco, como: Caruaru, Toritama, Santa Cruz do Capibaribe, Agrestina, Brejo de Madre de Deus, Cupira, Riacho das Almas, Surubim, Taquaratinga do Norte e Vertentes, além de Paulista, na Região Metropolitana de Recife.

Neste importante ano de eleições, 2022, lançamos essa pergunta as/aos candidatas agovernador/a, senadores/as e deputados/as estadual e federal: se a costureira parar de trabalhar o que acontece com o Polo? Garantimos que a produção do Polo também vai parar!

A costura é a base de sustentação de confecções de todas as cidades citadas. E como o nosso trabalho, contribuímos de maneira fundamental para a economisa da região agreste. Consequentemente, para todo o estado de Pernambuco. Mas, a importância do nosso trabalho não é reconhecida, muito menos valorizada.

As tragédias climáticas são um crime dos grandes projetos do capital na Amazônia

O agronegócio, a mineração e o hidronegócio sustentam esse modelo e são gigantes demandadores de terra e territórios. Mas, o que isso tem a ver com os problemas do clima de hoje?

Dia da Costureira

#DiadaCostureira – O Projeto Costurando Moda com Direitos é uma iniciativa do Fundo SAAP e os programas da FASE Pernambuco e no Rio de Janeiro,…

Colorindo a vida para transformar a sociedade

Por meio das artes e dos esportes, o Cores do Amanhã promove práticas educativas junto a crianças, adolescentes, jovens, mulheres e famílias. Alberto Pires, que integra o movimento, conta neste vídeo como o apoio do Fundo SAAP fortaleceu essa luta, que começou há 10 anos na comunidade do Totó, no Recife (PE). Além de falar sobre os direitos da população LGBT em favelas e periferias, ele incentiva grupos de todo o Brasil a participarem do Edital 2019 – Agitando os pensamentos, reagindo para transformar a sociedade.

Pedagogia Preta e a construção de saberes

Janira Sodré Miranda, do Grupo Pretas de Angola, fala sobre as reflexões e as ações realizadas em Goiás a partir do apoio do Fundo SAAP. “A formação política qualifica a pessoa para que ela possa intervir e transformar realidades. É muito importante a construção coletiva de conhecimentos”, pontua. E esse é um dos objetivos do Edital 2019 – Agitando os pensamentos, reagindo para transformar a sociedade.

Empoderamento de mulheres negras

Isabela Cordeiro, da Coletiva Magia Negra, diz que assuntos como ancestralidade, autoestima e estética estão presentes no projeto realizado em Acari, no Rio de Janeiro. A iniciativa foi apoiada pelo Fundo SAAP, da FASE.

Luta de mulheres indígenas

Laís Eduarda, do Coletivo Pelas Mulheres Indígenas – ThydêWá, conta que o Intercâmbio na Aldeia Pankararu, em Pernambuco, reuniu mulheres de oito povos. A iniciativa foi apoiada pelo Fundo SAAP, da FASE.

Comunicação popular e luta por moradia

Igor Mateus, do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) do Ceará, fala sobre projeto apoiado pelo Fundo SAAP, da FASE. Com foco na comunicação popular e na luta por moradia, a iniciativa é realizada em Fortaleza junto com o Coletivo Nigéria.

Racismo em debate na Amazônia

Dandara Souza, do Centro de Formação do (a) Negro (a) da Transamazônica e Xingu, fala sobre o projeto “A carne mais barata do mercado é a negra”. A Iniciativa é realizada no Pará e foi apoiada pelo Fundo SAAP, da FASE.

Documentário em defesa do igarapé urbano Urumari

Este documentário é realizado pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (FAMCOS), com o apoio do Fundo Dema, do qual a FASE é parte, e do Fundo Amazônia. Narra o processo de recuperação do igarapé urbano Urumari, um manancial localizado em Santarém (PA). O filme aborda aspectos como a qualidade da água, fauna, flora, questões econômicas e sociais. Abandonado pelo poder público, a luta em defesa do igarapé vem sendo fortalecida pelo Comitê Urumari Vivo.

EDITAL: “Agitando pensamentos: reagindo para transformar a sociedade”

Contra os atuais retrocessos, precisamos agitar os pensamentos e reagir para transformar a sociedade. Nesse sentindo, o Fundo SAAP lançará mais um edital na próxima quinta-feira (26). A ideia é apoiar ações de formação e incidência política em áreas de periferia e favelas de todo o país. Acreditamos ser importante que organizações, grupos e coletivos da sociedade civil se articulem para a construção de análises e narrativas que recuperem, ampliem e fortaleçam processos de mobilização social e ação política. Como explica Mônica Ponte, educadora da FASE, a oportunidade é voltada para grupos de mulheres, negros e negras, população LGBT, juventudes e indígenas que vivem em cidades. 

Saap promove intercâmbio entre mulheres em PE

Grupos produtivos de mulheres da Bahia, Mato Grosso e Pernambuco mostraram suas experiências com produção de artesanato e de agricultura familiar no Encontro de Mulheres do Campo e da Cidade, um intercâmbio promovido pelo Fundo SAAP/FASE. Cerca de 100 pessoas participaram do evento, no município de Carpina, a 50 quilômetros da capital pernambucana Recife.

Amazônia Agroecológica / Caderno de Formação Saberes e Práticas Agroecológicas

Este caderno de formação é um documento elaborado pela FASE e produzido como subsídio à formação de Multiplicadores e Multiplicadoras em Agroecologia. Seu objetivo é promover o diálogo de saberes e práticas com agricultores e agricultoras familiares, assentados, quilombolas, agroextrativistas, abordando sua relação com a natureza em seus sistemas agrícolas e seus sistemas alimentares a partir dos princípios da Agroecologia.