Saiu na Mídia: Projetos buscam reparação social de comunidades por impacto negativo

Se é sabido que as mudanças do clima não afetam igualmente a todos, o passo seguinte para qualquer remediação é entender como compensar os que sofre mais e prevenir danos futuros

Dia da Costureira

#DiadaCostureira – O Projeto Costurando Moda com Direitos é uma iniciativa do Fundo SAAP e os programas da FASE Pernambuco e no Rio de Janeiro,…

Revista Bem Viver

Pensando o atual cenário de desmonte de toda uma estrutura de direitos territoriais e de proteção socioambiental promovido pelo governo, tal violência tende a se agravar ainda mais. Isso, por sua vez, faz com que as iniciativas (projetos) dos povos e comunidades tratados aqui na revista ganhem em importância, pois fortalecem a sua qualidade de vida, comprovam a validade da interação entre vida humana e floresta e contribuem para a construção de um BEM VIVER como uma alternativa possível não apenas à vida local, mas também às dimensões regional, nacional e internacional. Fortalecem, portanto, estes povos e comunidades na sua resistência à ação destruidora de fora e sua ação protagonista pela vida na Amazônia e no planeta. Inseridos nesse contexto, os 19 projetos do Edital Agroecologia, Segurança Alimentar e Defesa dos Bens Comuns (ASAD), promovido no ano de 2018 pelo Fundo Dema, com o apoio da Aliança Internacional “Clima e Uso da Terra” (CLUA), têm apresentado resultados muito importantes junto às suas comunidades quanto à relevância que suas formas de viver e produzir tem para a conservação da Amazônia. É com o objetivo de mostrar esses resultados que produzimos a presente publicação.

Colorindo a vida para transformar a sociedade

Por meio das artes e dos esportes, o Cores do Amanhã promove práticas educativas junto a crianças, adolescentes, jovens, mulheres e famílias. Alberto Pires, que integra o movimento, conta neste vídeo como o apoio do Fundo SAAP fortaleceu essa luta, que começou há 10 anos na comunidade do Totó, no Recife (PE). Além de falar sobre os direitos da população LGBT em favelas e periferias, ele incentiva grupos de todo o Brasil a participarem do Edital 2019 – Agitando os pensamentos, reagindo para transformar a sociedade.

Pedagogia Preta e a construção de saberes

Janira Sodré Miranda, do Grupo Pretas de Angola, fala sobre as reflexões e as ações realizadas em Goiás a partir do apoio do Fundo SAAP. “A formação política qualifica a pessoa para que ela possa intervir e transformar realidades. É muito importante a construção coletiva de conhecimentos”, pontua. E esse é um dos objetivos do Edital 2019 – Agitando os pensamentos, reagindo para transformar a sociedade.

Empoderamento de mulheres negras

Isabela Cordeiro, da Coletiva Magia Negra, diz que assuntos como ancestralidade, autoestima e estética estão presentes no projeto realizado em Acari, no Rio de Janeiro. A iniciativa foi apoiada pelo Fundo SAAP, da FASE.

Luta de mulheres indígenas

Laís Eduarda, do Coletivo Pelas Mulheres Indígenas – ThydêWá, conta que o Intercâmbio na Aldeia Pankararu, em Pernambuco, reuniu mulheres de oito povos. A iniciativa foi apoiada pelo Fundo SAAP, da FASE.

Comunicação popular e luta por moradia

Igor Mateus, do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) do Ceará, fala sobre projeto apoiado pelo Fundo SAAP, da FASE. Com foco na comunicação popular e na luta por moradia, a iniciativa é realizada em Fortaleza junto com o Coletivo Nigéria.

Racismo em debate na Amazônia

Dandara Souza, do Centro de Formação do (a) Negro (a) da Transamazônica e Xingu, fala sobre o projeto “A carne mais barata do mercado é a negra”. A Iniciativa é realizada no Pará e foi apoiada pelo Fundo SAAP, da FASE.

Documentário em defesa do igarapé urbano Urumari

Este documentário é realizado pela Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (FAMCOS), com o apoio do Fundo Dema, do qual a FASE é parte, e do Fundo Amazônia. Narra o processo de recuperação do igarapé urbano Urumari, um manancial localizado em Santarém (PA). O filme aborda aspectos como a qualidade da água, fauna, flora, questões econômicas e sociais. Abandonado pelo poder público, a luta em defesa do igarapé vem sendo fortalecida pelo Comitê Urumari Vivo.

Carta:15 anos de Fundo Dema

O Fundo Dema, do qual a FASE é parte, surgiu da ação de movimentos sociais do oeste paraense no enfrentamento a crimes ambientais, em especial a extração ilegal de madeira. No marco dos seus 15 anos, essa carta, elaborada durante encontro em Altamira (PA), destaca conquistas em sua trajetória como incentivador de iniciativas de justiça social, ambiental e climática, da agroecologia e da segurança alimentar e nutricional. No documento, o Fundo também reafirma seus compromissos e apresenta desafios para os próximos cinco anos na defesa da Amazônia e de seus povos. “O Fundo Dema age para que as presentes e futuras gerações vivam melhor”, destaca a carta.

EDITAL: “Agitando pensamentos: reagindo para transformar a sociedade”

Contra os atuais retrocessos, precisamos agitar os pensamentos e reagir para transformar a sociedade. Nesse sentindo, o Fundo SAAP lançará mais um edital na próxima quinta-feira (26). A ideia é apoiar ações de formação e incidência política em áreas de periferia e favelas de todo o país. Acreditamos ser importante que organizações, grupos e coletivos da sociedade civil se articulem para a construção de análises e narrativas que recuperem, ampliem e fortaleçam processos de mobilização social e ação política. Como explica Mônica Ponte, educadora da FASE, a oportunidade é voltada para grupos de mulheres, negros e negras, população LGBT, juventudes e indígenas que vivem em cidades. 

Em defesa do Bem Viver

Ao final da I Caravana Agroecológica do Oeste do Pará, os participantes produziram uma carta em defesa do Bem Viver, resultado das reflexões coletivas feitas durante as experiências vivenciadas. Além de denunciar a pressão do capital sobre os povos e comunidades tradicionais, a violação de direitos e a exploração dos recursos existentes na Amazônia, o documento apresenta propostas a serem consideradas na luta em defesa da Amazônia e de seus povos.

SAAP lança edital “Que democracia é essa?”

O Serviço de Análise e Assessoria a Projetos (SAAP) lança o edital “Que democracia é essa? Construindo Cultura de Direitos” com o objetivo de financiar pequenos projetos de coletivos e organizações cujo compromisso seja com a defesa de direitos da população tendo como perspectivas a afirmação da diversidade étnica, racial e de gênero e o enfrentamento da intolerância e dos preconceitos, dialogando com a sociedade de forma a contribuir com a construção de uma cultura de direitos.

FASE está com edital aberto “A juventude faz sua parte”

O Fundo da FASE para Juventudes tem o objetivo de ampliar a atuação das organizações e coletivos de juventude que se inserem em processos de fortalecimento da democracia e da promoção de direitos, criando condições para que se fortaleçam e consigam melhores resultados nas suas ações. Financiar pequenos projetos destes coletivos é acreditar e apostar na sua capacidade organizativa e compreendê-los como sujeito político.

Saap promove intercâmbio entre mulheres em PE

Grupos produtivos de mulheres da Bahia, Mato Grosso e Pernambuco mostraram suas experiências com produção de artesanato e de agricultura familiar no Encontro de Mulheres do Campo e da Cidade, um intercâmbio promovido pelo Fundo SAAP/FASE. Cerca de 100 pessoas participaram do evento, no município de Carpina, a 50 quilômetros da capital pernambucana Recife.

Revista Somos A Floresta

A revista comemorativa dos 10 anos do Fundo Dema reúne experiências coletivas realizadas em toda sua história. Durante esse tempo, foram mais de 240 iniciativas apoiadas na Amazônia, envolvendo cerca de 2 mil comunidades e 10 mil famílias em projetos alternativos ao atual modelo de desenvolvimento econômico.

Revista Circo do Mundo Brasil: uma proposta metodológica em rede

Teatro, música, dança e circo transformam a vida de comunidades. É o que esta publicação, de 2003, sobre a Rede Circo do Mundo Brasil, se propõe a ensinar, a partir da inserção de jovens marginalizados na atividade circense.

Circo: Educando com Arte

Este livro traz a história da Rede do Circo do Mundo Brasil e os valores que regem a missão de aliar o circo à pedagogia na formação de jovens como sujeitos sociais.

FASE leva ações de solidariedade a 17.500 famílias durante a pandemia

Ações emergenciais da FASE durante a pandemia tiveram números expressivos. De outubro de 2020 a fevereiro de 2022, junto com parceiros, a FASE prestou solidariedade a 17.500 famílias em 9 estados brasileiros, através de ações emergenciais.