Juventudes de Pernambuco reivindicam direitos

Em Audiência Pública realizada nesta terça-feira (22), a FASE e outras entidades que integram o projeto “Juventude nas Cidades”, enviaram uma carta ao Governo do Estado de Pernambuco denunciando o não cumprimento direitos e deveres do Estado para com a Juventude nas mais diversas realidades vividas nos municípios pernambucanos.

Propostas urgentes para prevenção à COVID-19 nas periferias

Em nota, a articulação Recife de Luta, da qual a FASE é parte, defendemos que os poderes públicos estadual e municipais tracem urgentemente estratégias e planos de ação específicos e intersetoriais, com recursos para sua execução, destinados às periferias urbanas e populações vulneráveis, em articulação com lideranças locais, movimentos sociais e com especialistas em saúde, saneamento, habitação, educação. Também é fundamental a criação de estratégias de denúncia e proteção de violência doméstica, principalmente contra a mulher, idosos, criança e adolescentes

Não aos contêineres

Em nota, a Articulação de Mulheres Brasileiras repudia a proposta do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) de utilizar contêineres no sistema prisional para isolar doentes da Covid-19, colocando em risco a vida das pessoas privadas de liberdade, considerando que são espaços fechados, propícios à proliferação de doenças infectocontagiosas, com temperaturas desumanas, e sem ventilação adequada de ar, principalmente para uma pessoa vítima ou acometida por doença respiratória.

Carta aos parlamentares de Pernambuco

As organizações, articulações, redes, comissões, conselhos, fóruns, pastorais e movimentos sociais de Pernambuco vêm acompanhando com muita atenção e preocupação o avanço da COVID-19 na população. Diante desse contexto, gostaríamos de manifestar algumas preocupações e proposições de combate à pandemia. O documento evidencia que assegurar o acesso a alimentos saudáveis e locais é uma ação essencial para garantir o direito à vida das pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, aumentando a imunidade e a resistência dessa população.

Horta comunitária é ampliada através de parceria entre FASE e Articulação Recife de Luta

Comunidade Caranguejo Tabaiares, na Zona Oeste do Recife, teve sua horta comunitária ampliada com objetivo de intensificar a luta pelo direito à cidade 

FASE se solidariza com as famílias do MTST em greve de fome no Recife

Manifestantes se acorrentam na prefeitura para defender o direito à moradia

PE: Organizações questionam governo sobre as condições das pescadoras e marisqueiras após vazamento de petróleo

“Mulheres pescadoras e marisqueiras estão sofrendo com a tragédia do petróleo no litoral de Pernambuco e clamam por uma resposta de emergência aos seus problemas!”. As organizações da sociedade civil em Pernambuco, que apoiam o trabalho das mulheres pescadoras e marisqueiras, expressam preocupação com a tragédia que se abateu sobre o litoral nordestino e pernambucano e exigem que o Estado acelere as ações através do gabinete de emergência criado, envolvendo a participação das organizações, das cooperativas, de comissão de mulheres, e principalmente das mulheres pescadoras e marisqueiras que estão sofrendo os efeitos dessa tragédia. “É urgente atender às necessidades e propostas das mulheres e de suas famílias com o mesmo senso de urgência que se dá ao turismo e à economia”.

“Por aqui jovens fazem e acontecem”

Esta carta, construída de modo colaborativo a partir do encontro com 50 jovens realizado em julho, na cidade de Ribeirão, é uma crítica ao projeto de sociedade higienista e segregadora na qual tem operado o Governo do Estado de Pernambuco. O documento demarca o posicionamento político das juventudes frente às desigualdades na Zona da Mata Sul Pernambucana, Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca. Ao analisarmos essas três regiões, percebemos os impactos socioambientais ocasionados pelo Complexo Portuário e Industrial, em SUAPE. Um impacto numa área 13,5 Mil hectares, onde existem 7 mil famílias, sendo que mais de 500 já foram removidas de seus sistemas de produção agroextrativista, aumentando a violência, o desemprego e a pobreza.

Encontro Internacional de Educação Popular debate desafios no século XXI

Rosimere Nery, educadora da FASE Pernambuco, fará a mediação de mesa sobre Sexualidade, Gênero e Psicanálise

Brasil chega ao Dia dos Pais com mais 100 mil crianças sem nome paterno na certidão de nascimento

Ausência masculina põe mais responsabilidades sobre os ombros das mulheres, que encontram na solidariedade de companheiras o apoio para saúde mental

Rud Rafael participa do “Opinião Pernambuco”

O educador do programa da FASE em Pernambuco participou de um bate papo sobre gentrificação ao lado do professor Tomás Lapa, da Universidade Federal de Pernambuco, transmitido pela TVU Recife

“Julho das Pretas”: mês tem ações antirracistas em Pernambuco

Para Rosimere Nery, educadora do programa da FASE em Pernambuco, apoiar e participar dessas atividades é compromisso da FASE na luta contra o racismo

FASE realiza encontro sobre direito à cidade em Pernambuco

No seminário “Plantar resistências territoriais, colher políticas públicas e coletivizar a produção da cidade” foi lançada a publicação “Reinventar Cidades em Crise”

O drama dos trabalhadores desprezados de Suape

Em 2014, a cidade do Cabo de Santo Agostinho, região metropolitana do Recife, assistiu à segunda maior desmobilização de trabalhadores da história do Brasil, com o desligamento de 42 mil funcionários, segundo o Governo de Pernambuco. Desses, 42% são pessoas de fora do Estado, que enxergaram na região uma espécie de Eldorado nordestina, onde lhes fora prometida, além de emprego com carteira assinada, a possibilidade de ocupar uma das áreas mais prósperas do país. Hoje (2018), no lugar da terra prometida, profissionais desempregados reuniram empréstimos e esforços para ocuparem uma série de comunidades no entorno do Complexo Industrial de Suape. Em uma delas, batizada de Sítio Areal, uma contagem informal estima a presença de cerca de mil pessoas. Desempregados e sem recursos, eles avançaram para o interior do Parque Armando Holanda Cavalcanti, área de preservação no Cabo de Santo Agostinho, que, segundo sua administração, é de propriedade de Suape. Leia a reportagem de Marília Parente para o site Leia Já.

Audiência Pública debate estratégias de enfrentamento à pandemia com jovens de Pernambuco

No encontro realizado pela FASE e Comissão de Cidadania e Direitos Humanos participação popular (CCDHPP), foram colocados em debate propostas de políticas públicas para a juventude que reinvidicam trabalho, saúde e renda.

Missão da Plataforma Dhesca identifica violações em Suape

Entre os dias 7 e 11 de maio, a Plataforma Dhesca, da qual a FASE é parte, esteve em Pernambuco em uma missão para acompanhar a situação de violações de direitos humanos e de degradações do meio ambiente ocorridas no Complexo Industrial Portuário Eraldo Gueiros (Suape). A missão constatou que, assim como ocorre em outros grandes projetos em áreas portuárias, a situação em Suape gerou (e ainda vem gerando) diversos tipos de impactos e violações de direitos humanos, tanto para as populações locais, quanto para quem vem de fora para trabalhar na implementação desse projeto. Há várias denúncias contra esse megaempreendimento, incluindo formação de milícia, danos às casas e restrições de uso do território.

FASE apoia construção de cozinha solidária no Recife

Para Rud Rafael, da FASE Pernambuco, o projeto é fruto de uma série de esforços para combater a fome no Brasil, acentuada pela pandemia

19ª EDIÇÃO DO BOLETIM FÓRUM SUAPE

Este boletim, publicado em Janeiro, traz as seguintes informações: “Dom Fernando Saburido visita a Ilha de Mercês e ouve denúncias de violações dos direitos humanos em Suape”; “Fórum Social Mundial acontecerá em Salvador”; informações sobre o “Fórum Alternativo Mundial Da Água – FAMA”; “Água é um direito humano fundamental”. O informativo mensal é editado pelo Fórum Suape Espaço Socioambiental, articulação da qual o programa da FASE em Pernambuco faz parte.

18ª EDIÇÃO DO BOLETIM FÓRUM SUAPE

Este boletim, publicado em de dezembro, traz as seguintes informações: “Arcebispo visita comunidade quilombola Ilha de Mercês”; “Pressão sobe no território do Complexo de Suape”; “Vigília pelo fim da violência contra mulher”; “Comissão da Alepe pede investigação sobre milícia que atuaria em Suape”. O informativo mensal é editado pelo Fórum Suape Espaço Socioambiental, articulação da qual o programa da FASE em Pernambuco faz parte.

17ª EDIÇÃO DO BOLETIM FÓRUM SUAPE

Este boletim, publicado em de dezembro, traz as seguintes informações: “Desenvolvimento e os impactos socioambientais em Suape”; “Seminário nacional da Campanha Nem Um Poço a Mais”; “Moradores do quilombo da Ilha das Mercês levam denúncias a arcebispo” . O informativo mensal é editado pelo Fórum Suape Espaço Socioambiental, articulação da qual o programa da FASE em Pernambuco faz parte.