Oficina de comunicação e cuidados digitais discute visibilidade e proteção nas redes

O encontro reuniu educadores das unidades da FASE na Bahia, no Pará e Pernambuco, além de ativistas e comunicadores populares de organizações sociais parceiras, para discutir a privacidade e a visibilidade nos ambientes virtuais.

FASE Nacional promove curso interno sobre clima

O objetivo do curso foi sensibilizar , informar e ajudar na compreensão das mudanças climáticas, impactos e meios de enfrentamento para apoiar a construção de estratégias de intervenção da FASE.

Carta de Belém: bioeconomia é um museu de grandes novidades

Às vésperas do 10º FOSPA, organizações se reúnem para debater a bioeconomia na Amazônia

Com país em retrocesso, FASE se desafia a avaliar ações de uma década

Estudo de impacto reúne análises da atuação da organização em diferentes territórios e escalas de incidência política

FASE lança estudo de impacto das ações dos últimos 10 anos

Publicação reúne análises da atuação da organização em diferentes territórios e escalas de incidência política

Dia do Meio Ambiente: quais os aprendizados das três maiores Conferências Mundiais

A diretora executiva da FASE, Letícia Tura, comenta sobre os aprendizados das Conferências Estocolmo 72, Eco 92 e Rio + 20 e qual o papel das ONGs e da FASE para a construção de uma sociedade sustentável.

Fazer (em) Comum: Memórias e Tributos a Jean Pierre Leroy

Textos escritos pelo educador popular e ex-dirigente da FASE Jean Pierre Leroy narram sua vida no Brasil, relacionando as experiências com o fazer educacional da organização.

Avaliação dos Impactos da FASE – 10 anos (2011 a 2020)

O documento traz reflexões e dados de estudo sobre o impacto do trabalho da FASE nos territórios de atuação da organização entre os anos de 2011 e 2020.

Artigo: Assistência social sob ataque e pobreza em alta

Tatiana Dhamer, presidenta da FASE e professora, analisa os efeitos do desmonte da assistência social e a asfixia do Estado

Artigo: Reforçar novos horizontes com sustentabilidade e solidariedade

Pedro Cláudio Cunca Bocayuva A pandemia acentuou práticas de cooperação em rede como forma de enfrentamento à crise e ações de destruição dos sistemas e…

Artigo: FASE – do local ao global, 60 anos se renovando

Fátima Mello No início dos anos 1990, um amplo conjunto de organizações e movimentos sociais brasileiros se preparava para receber parceiros do mundo todo no…

O que fica quando os minérios saem?

Com textos de Julianna Malerba, Bruno Milanez e Luiz Jardim Wanderley, cartilha sistematiza argumentos que propõem uma revisão profunda do modelo mineral brasileiro

Editorial: FASE completa 60 anos mirando os próximos desafios

No dia em que completamos 60 anos de fundação, fazemos um paralelo entre os desafios do presente e do passado para fortalecer as bases da esperança num futuro de ampliação de direitos, superação das desigualdades e reconstrução do Brasil

Mulheres, resistências e o marco da violência institucional

Esta publicação foi a concebida e desenvolvida pelas Articuladas, coletivo formado por diversas organizações, dentre elas a FASE, com a colaboração de suas parceiras estratégicas, que assumem a centralidade tanto da produção editorial quanto do contexto das narrativas. Nela, é possível encontrar artigos, entrevistas, relatos de experiência e uma linha do tempo da violência institucional nos marcos de 2020 – que nos convida a refletir criticamente sobre o tema da violência institucional enquanto enuncia estratégias de resistência. A produção do Bem Viver e a defesa dos direitos humanos das mulheres, que garantem uma existência com dignidade, juntas, misturadas, estão presentes nas reflexões.

Resistance and Solidarity: a new stage in FASE’ s work

A hundred days after the March 15th quarantine started, we have managed to support 9,100 families with the donation of basic food baskets, besides 5,661 masks, 1,200 half-liter bottles of water, 720 bars of soap and 3,210 doses of homeopathic medications.

Resistência e Solidariedade: um capítulo a mais nas ações da FASE

Passados 100 dias, desde aquele 15 de março, conseguimos apoiar 9.100 famílias através da doação de cestas básicas,  além de 5.661 máscaras, 1.200 garrafas (de 500 ml) de água, 720 sabonetes,3.210 remédios homeopáticos

Dos Cerrados e de suas riquezas: de saberes vernaculares e de conhecimento científico

A publicação organizada por Diana Aguiar, da FASE, e Valéria Pereira Santos, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), traz as análises acumuladas pelo professor Carlos Walter Porto-Gonçalves, da Universidade Federal Fluminense (UFF), em cerca de vinte anos de andanças pelos territórios dos Cerrados e diálogo com seus povos. O próprio Cerrado é, em si mesmo, uma ode ao diálogo na diversidade. Bioma dominante no Brasil Central, o Cerrado faz contato com quase todos os outros biomas brasileiros e, nessas variadas tensões ecológicas, multiplica suas riquezas em interação com as riquezas da Amazônia, da Caatinga e da Mata Atlântica. Ademais, como berço das águas que é, o Cerrado presenteia não somente seus povos, como também os povos que vivem nesses outros biomas, com fundamentais rios e aquíferos, desde vários afluentes do Madeira ao Velho Chico, do rio Paraná ao Parnaíba, do Doce ao rio Paraguai. “Apresentamos essa publicação como um subsídio da CPT e da FASE para o processo que construímos coletivamente entre tantos movimentos sociais, organizações da sociedade civil, povos e comunidades dos Cerrados e pesquisadores/as, cujo diálogo contínuo de saberes deságua na e alimenta a Campanha Nacional em Defesa do Cerrado”.

Nota pública : Sociedade civil organizada, autônoma e atuante é base da democracia!

A Abong irá interpelar administrativamente o governo Bolsonaro para que adeque os termos da MP 870 às normas constitucionais. A entidade destaca que não cabe ao governo supervisionar, coordenar ou mesmo monitorar as ações da organizações da sociedade civil

FASE presta solidariedade à Ocupação Colonial e a Boulos

Tropa de Choque usou bombas de efeito moral, gás de pimenta e jatos d’água contra famílias que ocupavam terreno na cidade de São Paulo. Guilherme Boulos, do MTST, foi preso durante operação

Animação: “Que FASE é essa?”

A animação “Que FASE é essa?” explica o trabalho da organização FASE – Solidariedade e Educação. O título é sugestivo, já que também brinca com a importância de organizações de luta por direitos e pela radicalização da democracia, como é o caso da nossa, em um contexto de crise democrática no Brasil. A produção foi elaborada em novembro de 2016, ano de golpe no país e mês em que a FASE completa 55 anos. Além de explicar quais são as atuais causas da organização, o vídeo destaca seu papel ao longo dos anos.